Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sem modéstia, Mourinho diz que merece o prêmio de técnico do ano

Treinador do Real Madrid concorre com nomes como Vicente del Bosque e Bert van Marwijk, finalistas da Copa do Mundo, pelo prêmio da Fifa

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237859525805&_c_=MiGComponente_C

Famoso por declarações polêmicas, o técnico José Mourinho deixou a modéstia de lado e afirmou que merece o prêmio de melhor técnico de 2010, que será oferecido pela Fifa em 6 de janeiro do próximo ano. A convicção do português está baseada nos títulos que conquistou na última temporada sob o comando da Inter de Milão: a Liga dos Campeões da Europa, o Campeonato Italiano e a Copa da Itália.

"Tenho a convicção de que mereço o prêmio. Na temporada passada, em dois prêmios para melhor treinador na Itália, venci aquele que era atribuído pela associação de jogadores com 88% dos votos. No outro, atribuído pela associação de treinadores, não fui eleito. Agora, sendo esta distinção feita com as escolhas dos treinadores das seleções nacionais, poderei ter alguns votos", afirmou Mourinho à "TVI".

O atual treinador do Real Madrid está concorrendo com Carlo Ancelotti (Chelsea), Vicente del Bosque (Espanha), Alex Ferguson (Manchester United), Josep Guardiola (Barcelona), Joachim Löw (Alemanha), Oscar Tabárez (Uruguai), Louis van Gaal (Bayern de Munique), Bert van Marwijk (Holanda) e Arsène Wenger (Arsenal) pela honraria de melhor técnico de 2010.

Leia tudo sobre: espanhafutebol internacionaltreinadores

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG