"O importante é que Abidal se cure", disse o treinador do Barcelona, que afirmou que o grupo sentirá saudades do lateral-esquerdo

Primeira volta de Abidal foi muito comemorada pelos colegas
AFP
Primeira volta de Abidal foi muito comemorada pelos colegas
O técnico do Barcelona , Pep Guardiola, deixou nesta sexta-feira de lado o fator esportivo e assinalou que o importante agora é que o francês Éric Abidal , q ue terá que ser submetido a um transplante de fígado , fique curado de seu problema.

Leia também: Abidal será submetido a um transplante de fígado

"O importante é que Abidal se cure. Que o grupo esteja mais ou menos forte não é o importante. Sentimos saudades dele no ano passado e este ano também, mas é a vida, coube a ele lutar contra isto e nós só lhe podemos fazer sentir perante a dificuldade mais carinho. Vai seguir em frente e certamente voltará", afirmou Guardiola em entrevista coletiva.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O técnico do Barça lembrou que infelizmente o que aconteceu com Abidal se passa "em muitas famílias", dizendo que sabiam desde o início que existia a possibilidade de ter que fazer um transplante de fígado, como finalmente aconteceu.

Confira ainda: Médico acha difícil volta de Abidal ao futebol após transplante

Pep, que também lembrou o caso do segundo técnico Tito Vilanova, louvou o comportamento até o momento do francês, que foi "impecável", já que disputou alguns jogos e continuou treinando sabendo que tinha que passar pela sala de cirurgia outra vez.

Guardiola se admirou com a 'força mental' de Abidal
AP
Guardiola se admirou com a 'força mental' de Abidal
"Ele nos ensinou muitas coisas, se gostam tanto dele é porque conquistou isso. Gostam muito deste menino. A ovação do Camp Nou quando voltou é uma das coisas mais impressionantes", explicou Pep.

E mais: Assistente de Guardiola no Barça passa por cirurgia para retirar tumor

O técnico do Barça se mostrou surpreso com a "força mental" de Abidal e por ele não ter faltado a nenhum treino, já que era decisão do próprio jogador, e enviou uma mensagem otimista ao dizer que muita gente submetida a um transplante seguiu em frente.

O técnico expressou que, embora agora não seja o importante, Abidal é um jogador "insubstituível" por causa de sua personalidade e das variáveis táticas que fornece à equipe, mas considerou que o Barça vai continuar em frente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.