Dirigentes reafirmam que o jogador não será negociado com clubes brasileiros e prometem punição

A posição é bem clara. Andrezinho não vestirá a camiseta de nenhum outro clube brasileiro que não seja o Internacional . O clube gaúcho não vai liberar o meia-atacante que pediu para sair . Espera que ele tenha se arrependido, para ser reintegrado ao grupo.

“O André se apresenta normal. Chegaremos de tarde. Na terça vamos tratar deste assunto internamente. Espero que o André tenha reavaliado sua posição. Ninguém é titular por decreto. Não faremos empréstimo ou nenhuma negociação com clubes brasileiros. Esta hipótese descarto de imediato”, disse o presidente Giovanni Luigi.

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

Andrezinho se reuniu com os dirigentes na sexta-feira. Pediu para não viajar para Salvador, onde o time empatou com o Bahia . Mais do que isso, queria ir embora, por estar insatisfeito com a falta de sequência como titular. O auge da irritação aconteceu quando ele ficou no banco de reservas, na derrota para o Independiente , na Recopa Sul-Americana.

“Espero que o jogador e o Inter encontrem um bom caminho. Fui em que contratei o Andrezinho, três anos e meio atrás. Talvez tenha alguma mágoa por não jogar na Argentina, mas temos como corrigir. Lógico que temos que tomar medidas administrativas. Para manutenção da hierarquia e do comportamento”, admitiu Luigi.

Caso se retrate, Andrezinho será reintegrado ao grupo, ficando à disposição do técnico Dorival Júnior, que será apresentado na terça-feira . Se seguir irredutível, ele passará a treinar em separado. O contrato do meia vai até dezembro de 2013.

null

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.