Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sem liberação, goleiro reserva do United se diz "escravo" do clube

Polonês Tomasz Kuszczak deseja se tranferiar para uma equipe em que possa atuar regularmente

Gazeta |

Getty Images
Tomasz Kuszczak não foi liberado para ir a um clube em que possa atuar regularmente
O goleiro Tomasz Kuszczak, reserva do Manchester United , demonstrou toda a sua insatisfação com o clube inglês por não ter sido liberado para se transferir para um clube em que possa atuar regularmente. Sem medir as palavras, o polonês demonstrou muita insatisfação com sua situação.

"Eu me tornei um escravo do Manchester. Estou frustrado, mas eu não quero difamar ou criticar (o técnico Alex) Ferguson. Não é meu estilo. Falei com ele recentemente e pedi para me deixar sair do clube agora, antes da janela de transferências de janeiro. Disse que queria voltar à seleção polonesa, porque a Eurocopa está se aproximando, mas parece que ele não se importou", declarou o jogador, que foi contratado pelo Manchester United em 2007.

LEIA TAMBÉM: Ferguson faz 25 anos de United com vitória e gol contra de ex-comandado

A reclamação de Kuszczak ocorre pouco depois de o Leeds United, time da segunda divisão inglesa, ter sondado o Manchester tentando contratar o polonês por empréstimo. Na ocasião, a resposta dos Diabos Vermelhos foi negativa.

"A possibilidade de um empréstimo de dois meses para o Leeds surgiu há duas semanas, mas o clube a bloqueou. Foi um vislumbre de esperança para mim. Teria feito o técnico da Polônia se lembrar de mim, mas eu não consegui a aprovação do Manchester. Eu tenho respeito pelo Ferguson. que é um grande treinador, mas espero que ele me deixe sair em janeiro", completou o arqueiro.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG