Tamanho do texto

Equipe paulista cruza poucas bolas na área adversária e aposta nos dribles de Lucas para vencer

Dagoberto, atacante do São Paulo
AE
Dagoberto, atacante do São Paulo
Enquanto Luis Fabiano se recupera de uma cirurgia no joelho e não faz sua reestreia com a camisa do São Paulo , o treinador Paulo César Carpegiani vem montando a equipe sem um homem de referência no ataque, o chamado centroavante.

Siga o iG São Paulo no Twitter e receba as informações do time do Morumbi

Dagoberto é escalado como atleta mais avançado, mas sua tendência é sair da área para buscar jogo. Lucas joga mais aberto pela direita e sempre cai pelo meio de campo. E Fernandinho , quando joga, fica aberto pela esquerda. Se optar pela saída de Fernandinho, o comandante pode colocar mais um jogador de meio campo.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

Esse estilo de jogo adotado pelo time pôde ser notado nas duas primeiras rodadas do Brasileirão, como mostram os números da Footstats. Sem um atacante enfiado na área, o São Paulo entrou em impedimento apenas uma vez. Ao lado de Santos e Vasco , é a equipe que menos ficou impedida no torneio. Ceará e América-MG lideram com oito.

No quesito cruzamentos, o São Paulo só está à frente de Santos, Figueirense e Grêmio . O time de Carpegiani cruzou apenas 29 bolas na área adversária, enquanto o Atlético-PR , primeiro colocado, efetuou 63 levantamentos.

Seja no 4-4-2 ou no 4-5-1, o time paulista se destaca no número de passes certos. Somando os dois primeiros jogos do campeonato, os são-paulinos acertaram 92% dos passes, ficando atrás apenas do Figueirense, que tem uma excelente marca de 93,4%.

Tenha as estatísticas no seu iPhone e faça comparações entre times e jogadores

Assim como nos passes, o São Paulo mostra que também é um time driblador. Com 44 fintas, a equipe do Morumbi só fica atrás do Coritiba , que já driblou 54 vezes. Individualmente, porém, o São Paulo tem o jogador que mais dribla no Brasileirão: Lucas, com 18 no total.

Carpegiani tem apenas um atacante no elenco que pode servir de referência dentro da área e mudar a forma de jogar. Willian José , no entanto, tem ficado no banco de reservas e não foi aproveitado contra Fluminense e Figueirense.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.