Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sem Guilherme, quatro briga por uma vaga no ataque do Atlético-MG

Mancini, Neto Berola, Marquinhos Cambalhota e Jonatas Obina são as opções de Dorival Júnior para o ataque

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

Flickr/Clube Atlético Mineiro
Mancini é o favorito para entrar no ataque do Atlético-MG na partida contra o São Paulo
Sem poder contar com o atacante Guilherme , o técnico Dorival Júnior vai fazer uma alteração no ataque do Atlético-MG . Mas como o treinador não comandou nenhum coletivo durante a semana, segue a expectativa por quem vai ser o parceiro de Magno Alves diante do São Paulo . Titular na reta final do Campeonato Mineiro, Mancini aparece como o candidato mais forte. Porém, o técnico alvinegro ainda pode escalar Marquinhos Cambalhota , Jonatas Obina e Neto Berola .

Siga o iG Atlético-MG no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Para não se comprometer com nenhum companheiro, Magno Alves prefere não opinar sobre qual deve ser a escolha de Dorival Júnior. O camisa 11 do Atlético-MG afirmar estar preparado para jogar, não importa ao lado de quem for. “Quanto a isso não tive nenhum problema e não vamos ter. Sabemos das qualidades que nosso ataque tem, independentemente de quem for jogar. O importante é estar entre os 11, o resto deixa ele (Dorival Júnior) escolher”, disse o atacante atleticano, que lamentou bastante a saída de Guilherme por contusão.

Entre para a Torcida Virtual do Atlético-MG e convide seus amigos

“Lamentável principalmente para ele que vinha com falta de ritmo. Quando tem dois jogos e ocorre isso. Mas o elenco é importante para isso, temos jogadores com capacidade para entrar e corresponder. Mas não sei com quem vou jogar, vamos aguardar o coletivo e a escolha que o Dorival vai fazer”.

Com 137 partidas pelo Atlético-MG, no atual elenco nenhum outro jogador atuou tantas vezes pelo clube quanto atuou Mancini. Indicado por Dorival Júnior como o principal jogador atleticano para o Brasileiro, Mancini se mostra fez pela confiança do treinador. Porém, a vaga de titular diante do São Paulo ainda não está garantida, diante da disputa que existe dentro do elenco .

“Com muita serenidade, com muita confiança. Eu tenho que agradecê-lo por essa declaração. Quando cheguei ao Atlético-MG, esse era o meu intuito, entrar na equipe, jogar bem. Eu sempre quis colocar tudo aquilo que eu somei lá fora dentro de campo para ajudar a equipe. Não adianta eu ser a aposta dele, eu tenho de trabalhar, entrar em campo, treinar forte. Estou pronto para fazer isso, estou muito animado, muito feliz e podem ter certeza que eu vou trabalhar para que esse seja um bom ano”.

Entre os demais atacantes, Neto Berola foi o que mais vezes vestiu a camisa do Atlético-MG, em 48 oportunidades. Já Marquinhos Cambalhota tem apenas uma partida, enquanto Jonatas Obina aguarda para fazer a sua estreia.

Leia tudo sobre: Atlético-MGBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG