Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sem gol nem vitória, Luis Fabiano compensa com sucesso de marketing

Enquanto atacante não vai bem nos gramados, fora dele o sucesso tem superado as expectativas da diretoria

Gazeta |

Em campo, os mais de R$ 17 milhões gastos pelo São Paulo para tirar Luis Fabiano do Sevilla em março valeram só dois pontos e uma assistência dada pelo centroavante, sem contar um pênalti perdido. Contudo, se as suas três primeiras partidas já causam irritação até no próprio jogador, o departamento de marketing considera que o camisa 9 superou expectativas.

Leia também: Ídolos dos seus clubes, goleiros atacam de garotos-propaganda

Plenamente apoiado pela torcida, que já lhe rendeu uma apresentação com 45 mil pessoas no Morumbi há quase sete meses, o atacante é exaltado a cada aparição pública diante de seus fãs. Admiradores que parecem ainda não ligar para a falta de vitórias e gols do ídolo e se mostram consumidores capazes de abrir sorrisos em dirigentes do São Paulo.

"Embora ainda não tenha voltado àquela forma original, em termos de público e venda de produtos está indo muito positivamente", contou Julio Casares, vice-presidente de marketing do São Paulo. O seu departamento foi uma das principais apostas para trazer de volta ao Brasil o artilheiro da Seleção na última Copa do Mundo.Mesmo enquanto se recuperava de lesão em tendão próximo ao joelho direito - ficou sete meses vetado pela comissão técnica -, Luis Fabiano já era usado como atrativo em campanhas publicitárias para sócios-torcedores, por exemplo. Antes de sua estreia, no início de outubro, ainda foi lançada versão popular da camisa oficial do clube, a R$ 59,90. Tudo com sucesso.

"Não temos um balanço fechado, mas posso garantir que está tudo acima do que imaginávamos", disse Casares, prometendo um balanço do impacto do camisa 9 nas ações de marketing da agremiação em, no máximo, 30 dias. Mas já se sabe que o uniforme com preço reduzido teve 600 produtos encomendados em vendas virtuais mesmo antes de sua divulgação oficial.

São Paulo está no G4. Veja a classificação do Campeonato Brasileiro

Os estádios também são prova da diferença que Luis Fabiano tem feito. Sua estreia, na derrota para o Flamengo por 2 a 1, garantiu no Morumbi um público recorde neste Brasileiro, com 63.871 pagantes. No segundo jogo como mandante em que o astro foi escalado, 24.470 pessoas desembolsaram dinheiro para ver o 0 a 0 com o Inter na Arena Barueri.

Números que agradam. Mas o que até Casares quer ver é o que Luis Fabiano também mais anseia: gols e vitória. "Precisa o time agora pontuar e fazer por merecer a contratação dele", falou o dirigente de marketing, logo acalmado pelas promessas dos outros atletas para que o centroavante seja o goleador que já tem história no Tricolor.

"Ele ficou muito tempo parado e já demonstra muita evolução. A bola não tem chegado muito a ele, por isso não tem como decidir, mas é diferenciado e, melhorando junto conosco, nos ajudará a conseguir o título", apostou o zagueiro Rhodolfo. "As bolas não têm entrado no gol, mas com o Luis Fabiano será diferente", completou o lateral direito Piris.

Leia tudo sobre: são paulobrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG