Prefeito liberou incentivos, mas contratos entre Corinthians, BNDES e Odebrecht não foram assinados

O prefeito de Gilberto Kassab sancionou na manhã desta quarta-feira a lei de incentivos fiscais para o estádio do Corinthians em Itaquera, possível palco da abertura da Copa de 2014. Ao entregar a lei assinada ao presidente corintiano, Andrés Sanchez, o mandatário do clube, chegou a se emocionar e chorou.

Siga o iG Corinthians no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

O evento de ratificação da lei que garantirá R$ 420 milhões ao clube paulista para a construção do seu estádio aconteceu ao lado do local onde são conduzidas obras, em meio a muitos políticos e num palanque que pareceu mais um comício eleitoral, Kassab, o governador Geraldo Alckmin, o ministro dos Esportes, Orlando Silva e o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, fizeram discursos inflamados exaltando a zona leste paulistana e a possibilidade de o estádio abrir a Copa de 2014.

Entre para a Torcida Virtual do Corinthians e convide seus amigos

Presidentes de escolas de samba, padres, freiras, líderes comunitários e mais de 300 pessoas participaram do evento tumultuado, organizado em uma tenda improvisada ao lado do espaço onde será o estádio. Nos discursos, Sanchez, Alckmin e Kassab disseram que não falta mais nada que a futura arena seja escolhida para abrir a Copa. Orlando Silva, mais comedido, disse que o estádio de São Paulo pode abrir o Mundial. A Fifa escolherá o local de abertura em outubro, em evento na Suíça.

Na última terça-feira, Corinthians e Odebrecht fecharam o orçamento do estádio em R$ 820 milhões , mas ainda não assinaram contrato. Ainda é aguardada a liberação de R$ 400 milhões do BNDES para financiamento da arena. A assinatura entre clube e empreiteira só se dará quando outro banco garantidor entre no acordo de empréstimo do montante. Luís Paulo Rosenberg, diretor de marketing corintiano, disse que tudo está encaminhado, mas que as assinaturas vão demorar por não ser um acordo fácil. “O importante é que a obra está sendo conduzida e há o compromisso de que a obra será entregue”, disse.

Veja a galeria de fotos sobre a cerimônia da aprovação dos incentivos fiscais ao Fielzão:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.