Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sem dinheiro, Santos aposta em "rejeitados" para reforçar o time

Fucile estava encostado no Porto. Já Alex Silva e Juan, possíveis reforços, estão em crise em seus clubes

Samir Carvalho, iG Santos |

O presidente do Santos, Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro, iniciou a temporada 2012 com um discurso humilde. O dirigente disse que devido o esforço financeiro para manter Neymar até 2014, o clube não realizará nenhuma loucura para trazer reforços nesta temporada. Sendo assim, a diretoria santista aposta em jogadores preteridos em seus times.

Leia também: Amigo de Fucile, Ibson elogia primeiro reforço do Santos em 2012

O primeiro a ser contratado é o lateral-direito uruguaio Fucile, que estava encostado no Porto. Os possíveis reforços, negociados pela diretoria atualmente, também enfrentam problemas em suas atuais equipes. O zagueiro Alex Silva está em crise com o Flamengo, e cobra luvas atrasadas.

Leia ainda: Após Fucile, Muricy ainda espera por reforços "pontuais" no Santos

Juan, que nunca foi unanimidade no São Paulo, passou a ser preterido após a contratação do lateral-esquerdo Cortês, que defendeu o Botafogo-RJ na temporada passada. Com isso, os dirigentes santistas negociam o empréstimo do atleta até o final deste ano.

Acompanhe toda a movimentação do mercado da bola do futebol brasileiro

Apesar dos problemas fora e dentro de campo dos jogadores pretendidos pelo Santos, o presidente Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro, utiliza exemplos consideráveis para acreditar no sucesso dos possíveis reforços.

“O Arouca brilhou no Fluminense, mas no São Paulo não teve o mesmo desempenho, não era nem titular absoluto. No Santos, em troca do Rodrigo Souto, ele mostrou tudo que sabe, caiu como uma luva”, disse o dirigente, que também lembrou mais um caso recente no Santos.

“A história do Zé Love é a mais emblemática, depois de passar na base do Palmeiras, ele estava no ABC e na reserva, mas nós demos uma chance, ele se afirmou com garra, luta, e foi para a Itália”, concluiu.

 

Leia tudo sobre: santosmercado da bolafucilealex silvajuan

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG