Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sem dinheiro, Corinthians desiste de Magrão e tenta Riveros

Sem condições de pagar R$ 3 milhões ao Grêmio, clube tenta acordo com volante paraguaio que disputou a Copa

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Gazeta Press
Willian Magrão em treino do Grêmio
Acabou mal a tentativa de Corinthians tentar contratar o volante Willian Magrão, do Grêmio. Depois de pela manhã o gerente William Machado dizer que um acordo estava próximo, o clube gaúcho anunciou que o clube paulista não tem mais interesse. "A proposta que seria encaminhada não chegou e portanto o Willian Magrão fica no Grêmio", disse José Simões, assessor de futebol do Grêmio.

O Corinthians não conseguiu parceiros para bancar os R$ 3 milhões que o time gaúcho pediu por 50% dos direitos federativos do atleta. Vindo de duas cirurgias no joelho, não houve quem topasse correr o risco pelo atleta de 24 anos.

Ao site do Grêmio, Magrão disse estar satisfeito com a permanência no clube. “Se fosse pra eu sair, o negócio não teria que ser só bom pra mim, teria que ser bom pro Grêmio também. Estou feliz em permanecer", disse o jogador que não foi inscrito para a primeira fase da Libertadores. "O Renato (Gaúcho) disse que nas oitavas serei o primeiro a entrar", completou. O regulamento da competição permite três trocas ao passar de fase.

O clube paulista chegou a assinar um pré-contrato de cinco anos com Willian Magrão, acertou salários, mas sem as garantias financeiras, desistiu do negócio. No Grêmio, Simões disse que William Machado foi desautorizado por diretores do clube a seguir com as negociações por Magrão. Pela manhã, o gerente corintiano tinha consciência de que a negociação poderia dar errado.

"Falta acertar forma de pagamento, o valor que o Grêmio exige, as garantias de pagamento, são coisas burocráticas que acontecem na negociação. A gente só não pode fazer nada atropelado, temos uma programação financeira, dentro da realidade do Corinthians e do que o jurídico entenda que seja o correto", afirmou o ex-capitão corintiano antes do meio-dia.

Com prazo curto para inscrever jogadores a tempo de jogarem o Paulistão - a data limite é quinta-feira - o Corinthians tenta agora um acordo com Cristian Riveros, volante paraguaio de 28 anos, do Sundeland-ING, onde não vem sendo aproveitado. "O Corinthians fez uma sondagem e agora estamos esperando o clube fazer uma proposta", disse Steve Bruce, técnico do time inglês.

Com contrato até 2013, Riveros poderia deixar a Inglaterra de graça. Sem espaço e com vontade de voltar para a América do Sul, o ex-jogador do Libertad, chegou de graça ao Sunderland em agosto e tentaria deixar o clube da mesma forma. Os altos salários do jogador seriam o principal empecilho no Corinthians. Ele recebe mais de R$ 180 mil na Inglaterra. No Corinthians, estaria atrás somente de Liedson, que recebe R$ 300 mil.

O Sunderland, de acordo com jornais ingleses, quer diminuir os gastos com folha salarial e como Riveros desapontou diretoria e comissão técnica, poderia deixar o clube sem deixar saudades. O Sunderland recentemente contratou o ganês Sulley Muntari por empréstimo e com isso Riveros, que já não vinha sendo aproveitado, foi liberado para negociar com outro clube. Desde agosto,o volante fez apenas 12 jogos pelo Sunderland, sendo quatro como titular.

Riveros foi titular do Paraguai na Copa do Mundo de 2010 e marcou um gol na vitória por 2 a 0 sobre a Eslováquia, na segunda partida da fase de grupos. Antes do Sunderland, ele defendeu o Cruz Azul, do México.

* Com Hector Werlang, iG Porto Alegre

Leia tudo sobre: corinthianswillian magrãomercado da bola

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG