Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sem dificuldades, Espanha vence República Tcheca e mantém 100%

Seleção campeã do mundo venceu de novo nas eliminatórias para a Eurocopa, dessa vez com gols de Mata e Xabi Alonso

Gazeta |

Precisando da vitória para manter a segunda colocação do Grupo I das eliminatórias para a Eurocopa-2012, a República Tcheca prometia criar dificuldades para Espanha. Mas ficou só na promessa e os espanhois precisaram apenas do primeiro tempo para fazer 2 a 0 e sair com a vitória do Letná Stadion, em Zlín. Juan Mata abriu a conta e Xabi Alonso, pouco depois, fechou o placar.

Com o resultado, a "Fúria", que já estava classificada, continuou com os 100% de aproveitamento na fase de grupos. Agora são 21 pontos em sete jogos, e 18 gols de saldo. A República Tcheca, por sua vez, estacionou nos dez e pode ser ultrapassada no sábado, quando a Escócia, que tem oito, encara Liechtenstein.

A Espanha encerra sua participação na fase de grupos jogando em casa com os escoceses, na terça-feira. No mesmo dia, os tchecos visitam a Lituânia.

O jogo
Pouco depois de o árbitro apitar o início do jogo a Espanha balançou as redes. Aos seis minutos, Xavi deixou Juan Mata sozinho de frente para Peter Cech, e o atacante não perdoou o companheiro de Chelsea, mandando a bola para o fundo do gol.

Aos dez minutos, novamente os jogadores dos Blues protagonizaram um lance de ataque, mas desta vez o goleiro tcheco se deu melhor e conseguiu defender chute de Mata.

A Espanha manteve o domínio sobre o adversário e não demorou a ampliar. Aos 23 minutos, Xabi Alonso invadiu a área pela esquerda e chutou cruzado, vencendo a meta de Cech.

Os 2 a 0 no placar desanimaram a torcida e os jogadores da República Tcheca. Abatida, a equipe só foi assustar pela primeira vez aos 38 minutos, quando Rosicky bateu de dentro da pequena área, à esquerda da trave de Casillas.

Antes do intervalo, Milan Baros desperdiçou grande oportunidade e, da marca do pênalti, chutou fraco, para fácil defesa do goleiro espanhol. A reação dos anfitriões parou aí e eles voltaram para a segunda etapa tão apáticos quanto o início da primeira.

A Espanha, por sua vez, diminuiu o ritmo, mas mesmo assim não deixava de visitar a área adversária. Aos sete minutos, o atacante Fernando Torres desviou cruzamento de dentro da pequena área, mas Cech apareceu para fazer grande defesa. Davi Villa também tentou ao chutar colocado pela esquerda, mas mandou para fora.

A partida ficou ainda mais fácil para a Fúria quando Tomas Hubschman fez dura falta em Xabi Alonso e recebou o cartão vermelho direto. Com um a mais em campo, os espanhois bombardearam o gol de Peter Cech, com chutes de Xavi, Mata e Javi Martinez (duas vezes). Mas o goleiro do Chelsea esteve bem e evitou que a derrota fosse mais elástica.

Leia tudo sobre: futebol mundialespanhaeurocopa 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG