Paulão, Bruno Collaço e Diego Clementino foram retirados da relação da Libertadores

Sem contratar nenhum reforço para a fase de mata-mata da Libertadores, o Grêmio decidiu apostar no atual grupo comandando por Renato Gaúcho. A direção anunciou, no final da tarde desta quarta-feira, as três trocas permitidas pelo regulamento na relação de 25 inscritos. Entram Willian Magrão , Leandro e Lins . Saem Paulão, Bruno Collaço e Diego Clementino .

O diretor de futebol Antônio Vicente Martins admitiu a dificuldade em contratar . E disse que a inscrição de três nomes é para terminar com as especulações sobre possíveis negócios no Olímpico:

"Entendemos que há uma dificuldade muito grande no mercado quanto à contratação de um jogador que tivesse resultado de excepcionalidade. Faz parte da minha função ser criticado, mas o time precisa da apoio. O torcedor tem que saber que esse é o nosso grupo. Vamos disputar para ganhar. Só quando terminar o Gauchão e a Libertadores iremos avaliar a necessidade de contratar".

A surpresa foi a exclusão do lateral-esquerdo Collaço. Machucado na coxa direita , em treino de terça-feira, precisará de 50 dias para recuperar-se. Paulão havia sido vendido para o chinês Guangzhou. E Diego Clementino foi um opção do treinador.

Lins havia sido descartado nas primeiras três trocas realizadas pelo Grêmio depois de eliminar o Liverpool na pré-Libertadores – Wesley e Mateus Magro também foram substituídos por Carlos Alberto, Escudero e Rodolfo. Agora, ficam vagas as 3, 16 e 23. O Grêmio não divulgou quem ficará com qual.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.