Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sem clube, meia Zé Roberto diz que Santos é prioridade

Ex-jogador do Hamburgo-ALE e da seleção brasileira já tem reunião agendada com o clube da Baixada

AE |

Desde o anúncio de que não renovaria seu contrato com o Hamburgo, o meia Zé Roberto passou a ser cogitado como possível reforço em diversos clubes brasileiros, principalmente no Santos , clube pelo qual jogou entre 2006 e 2007. O jogador admitiu o interesse de voltar ao país, disse que recebeu sondagens, mas que sua prioridade é mesmo o time santista.

"Já houve conversas com alguns clubes do Brasil. Mas, em uma conversa que tive no primeiro semestre com o presidente do Santos, dei a minha palavra de que se houvesse possibilidade de eu voltar a jogar no Brasil, o Santos seria o primeiro clube com quem falaria. Por isso, os outros clubes que procuraram eu não descartei, mas disse que primeiro atenderia o Santos", declarou Zé Roberto, em entrevista à rádio "Estadão/ESPN".

Aos 36 anos, o experiente meia não ficou no Hamburgo por ter recebido uma proposta de renovação por apenas um ano , enquanto queria no mínimo mais duas temporadas. Desde então, ele não esconde o desejo de voltar ao Santos e pode ter uma definição quanto ao seu futuro nas próximas semanas.

Gazeta Press
Zé Roberto durante treino do Santos, em 2006. Ele teve boas passagens pelo futebol brasileiro
"Já houve um primeiro contato, no qual marcamos até o final do mês um encontro do meu representante com a diretoria do Santos, para ver realmente quais são os interesses e se há uma possibilidade de eu voltar a jogar no Brasil", revelou o jogador.

Apesar de querer voltar ao País, Zé Roberto admite a possibilidade de seguir na Europa, principalmente na Alemanha, onde atuou em boa parte da carreira - de 1999 a 2006 e, depois, a partir de 2007.

"Como terminou meu contrato com o Hamburgo e a gente não chegou a um acordo para renovação, optei por ouvir os outros clubes. Então existe ainda outros clubes interessados na Europa. Já ouvi alguns times na Alemanha, para que daqui algumas semanas eu possa definir minha situação", concluiu o jogador.

Leia tudo sobre: SantosMercado da Bola

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG