Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sem "buzinar", Leão põe Luis Fabiano na chuva para esfriar cabeça

Técnico do São Paulo mostrou que sentiu orgulho pela postura de um dos maiores astros do elenco

Gazeta |

Apesar dos dois gols sobre o Avaí, Luis Fabiano deixou o Morumbi no sábado com um sorriso encabulado. O atacante levou bronca de Emerson Leão ainda em campo devido ao cartão amarelo que o deixou suspenso para enfrentar o Atlético-PR na quarta-feira e previa "buzinadas" do chefe. Sua 'punição', contudo, foi treinar sob forte chuva nesta terça-feira.

O técnico contou que, durante o coletivo, deu o seguinte recado à contratação mais cara do futebol brasileiro na temporada, que treinava entre os reservas, "Fica bastante tempo na água fria, assim esfria mais a cabeça", falou, quase gargalhando ao lembrar o diálogo.

De acordo com o treinador, o centroavante acabou se safando ao assumir seu erro já na entrevista coletiva depois da partida - o camisa 9 foi advertido por ter cobrado de maneira exacerbada o árbitro para uma falta que considerou ter recebido no campo de defesa.

"Escutei a entrevista coletiva dele e lhe falei: 'o espelho julgou por você'. Já que ele se automedicou, eu não precisava falar mais nada", afirmou Leão, demonstrando até certo orgulho pela postura de um dos maiores astros do elenco.

"Precisamos não só do jogador de futebol, mas do atleta profissional de futebol", discursou o treinador, insistindo, contudo, que o comandado precisava mesmo de uma bronca como a que recebeu em meio à comemoração do segundo gol de Luis Fabiano.

"Se fosse só um cartão, eu poderia até tocar flauta. Mas foram quatro cartões em quatro jogos por reclamação. Sinal de que alguma coisa está errada", justificou o treinador, que poderá escalar o centroavante novamente no sábado, contra o América-MG, no Morumbi.

Leia tudo sobre: São Paulobrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG