Jogador pediu para descansar e só fará exame na sexta, mas sua recuperação não deve ser prejudicada

Paulo Henrique Ganso ainda não foi examinado pelo departamento médico do Santos para avaliar a gravidade da lesão sofrida nos primeiros minutos da vitória da seleção brasileira sobre Gana, na última segunda-feira, em Londres (Inglaterra). Porém, os médicos do clube já informaram ao técnico Muricy Ramalho que ele não poderá contar com meia por, no mínimo, duas semanas.

Segundo o chefe do departamento médico santista, Rodrigo Zogaib, o jogador pediu para descansar nesta quarta e na quinta. O exame para avaliar a gravidade da contusão de será realizado na sexta, mas não deve prejudicar em nada a recuperação do camisa 10.

"Ele voltou [ao Brasil] na tarde de terça e pediu para descansar nesses próximos dois dias. De qualquer forma, o Muricy já sabe que não poderá contar com ele nas duas próximas semanas. E não faria diferença a avaliação ser feita agora ou depois, até porque os primeiros dias de tratamento são em repouso mesmo", contou Zogaib.

Com essa projeção pré-avaliação dos médicos alvinegros, Ganso já é desfalque certo para o Santos diante de Cruzeiro, neste sábado, Corinthians, no dia 18, e América-MG, no dia 21 deste mês.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.