Time alviverde estaria com apenas 16 pontos, e atrás do América-MG, sem gols e assistências da dupla

Se a principal facção da torcida pudesse mandar na escalação de Luiz Felipe Scolari, o Palmeiras estaria na última colocação do Brasileiro, com 16 pontos. Sem Marcos Assunção e Luan , a dupla mais criticada por tais torcedores, o time estaria quatro pontos atrás do penúltimo colocado, que seria o América-MG . Ou seja, o time estaria com 17 pontos a menos no Nacional. Atualmente, a equipe tem 33 e está na sexta colocação.

O levantamento feito pelo iG considera a assistência e os gols marcados por um dos dois nos 21 jogos deste Campeonato Brasileiro. Contra o Corinthians, por exemplo, o time não teria feito nenhum dos dois gols, já que Luan marcou um deles e Assunção achou Fernandão livre na área no outro. E isso ainda significa que arquirrival do Palmeiras estaria com 43 pontos, muito mais líder do que atualmente.

Isso sem considerar que em três das quatro derrotas, um dos dois não pôde atuar. Contra o Vasco, Marcos Assunção não estava em campo e, contra Botafogo e Ceará, Luan não atuou. As três ocasiões por causa de suspensão por cartão amarelo. Contra o Fluminense, Luan e Marcos Assunção atuaram normalmente, mas o Palmeiras perdeu por 1 a 0.

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícias do seu time em tempo real

Rival Participação Placar real Placar sem eles Menos pontos
Corinthians Assunção/Luan 2 x 1 0 x 1 - 3
Atlético-MG Assunção/Luan 3 x 2 0 x 2 - 3
Santos Assunção/Luan 3 x 0 0 x 0 - 2
Atlético-GO Luan 2 x 0 1 x 0 0
Avaí Assunção/Luan 5 x 0 1 x 0 0
Atlético-PR Assunção 1 x 0 0 x 0 - 2
Figueirense Assunção 1 x 0 0 x 0 - 2
Cruzeiro Luan 1 x 1 0 x 1 - 1
São Paulo Assunção 1 x 1 0 x 1 - 1
Coritiba Assunção 1 x 1 0 x 1 - 1
América-MG Assunção 1 x 1 0 x 1 - 1
Internacional Assunção/Luan 2 x 2 0 x 2 - 1

Assunção ainda teve participação direta nos jogos contra o Atlético-MG, Santos, Atlético-PR, Figueirense, São Paulo, Coritiba, América-MG e Internacional. Luan também foi responsável pelos gols marcados contra Atlético-MG, Santos, Cruzeiro e Internacional, sem contar as participações nos jogos contra Atlético-Go e Avaí, quando a vitória sairia mesmo sem os dois.

Sem Marcos Assunção e Luan, Palmeiras seria o último colocado
AE
Sem Marcos Assunção e Luan, Palmeiras seria o último colocado

Coloque seu time em 1º lugar no ranking da Torcida Virtual do iG Esporte

Sem eles, o Palmeiras teria cinco vitórias a menos e três empates a mais e o número de derrotas acrescentado em sete. Ou seja, a campanha palmeirense teria duas vitórias, que se transformariam nas magras pelo placar simples de 1 a 0 contra Atlético-GO e Avaí e ainda deixaria de ter estar invicto em clássicos, sendo derrotado por Corinthians e São Paulo e apenas empatado com o Santos no Pacaembu.

No Brasileirão, seriam 11 gols a menos e sete assistências, dos 27 que foram marcados. No ano, a saída dos dois do time seria responsável por 18 gols e 19 assistências dos 79 tentos que foram anotados em 2011.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.