Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sem anúncio oficial, Andrés diz que estádio sai do papel em março

Presidente avisa que início das obras será em março mesmo sem acordo fechado para sua ampliação

Bruno Winckler, enviado iG a Ibagué |

O futuro estádio do Corinthians em Itaquera não tem data fixa para ter suas obras iniciadas, mas o presidente Andrés Sanchez garante que terá novidades em breve. “Não é oficial, mas as obras do estádio começam em março. É tudo que posso falar”, disse Sanchez, após a derrota do Corinthians para o Tolima pela primeira fase da Libertadores.

O Comitê Organizador Local da Copa aguarda que o Corinthians e a Odebrecht, empresa que conduzirá as obras, encerrem as negociações sobre quem pagará pela ampliação do projeto original do estádio para adequar-se para a abertura da Copa do Mundo de 2014. A Fifa exige capacidade mínima para 65 mil pessoas e o projeto original do arquiteto Aníbal Coutinho para Itaquera indicava 45 mil lugares.

O Corinthians negocia com empresas privadas os “naming rights”, que daria o nome desta empresa ao novo estádio, além do aporte que esta empresa despejaria para patrocinar a ampliação do estádio.Quem comanda estas negociações no Corinthians é o diretor de marketing Luís Paulo Rosemberg, que tem se mantido em silêncio desde dezembro sobre o assunto.

Foi no último mês de 2010 que Andrés Sanchez prometeu para a segunda metade de janeiro todos os detalhes da ampliação do estádio. Fevereiro chegou, mas nada foi anunciado.

O Comitê Paulista da Copa está preocupado com a demora para o início das obras, como noticiou o iG. A expectativa inicial era para que o estádio pudesse ser utilizado na Copa das Confederações de 2013, mas não será possível. A forma arrastada como são conduzidas as negociações deixa os responsáveis apreensivos.

Leia tudo sobre: corinthiansestádiocopa 2014

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG