Contra os paraguaios nesta quarta, santistas tentam superar crise após demissão de Adilson Batista

O Santos enfrentará o Cerro Porteño nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), na Vila Belmiro, pela segunda rodada da Copa Libertadores da América. Em meia à crise, a equipe santista tentará esquecer a demissão do técnico Adilson Batista no último domingo para buscar a primeira vitória do time na competição continental.

Sem Adilson, o time será comandado pelo técnico interino Marcelo Martelotte, que dirigiu a equipe em 16 partidas na temporada passada após a demissão de Dorival Júnior.

O treinador espera que a convivência com os jogadores desde o início de 2010 e os trabalhos de espionagem na Libertadores para Adilson Batista compense o pouco tempo de trabalho dirigindo a equipe neste ano.

“Não estou chegando agora no clube. O que mais ajuda mesmo é o fato de estar com eles há mais de um ano. Venho trabalhando diariamente e sempre estive aqui com os jogadores. Conheço bem os atletas”, afirmou Martelotte, que viajou ao Paraguai para analisar o Cerro Porteño.

“Assisti dois jogos do Cerro. Um pela pré-Libertadores e outro no campeonato local. Pegamos informações, e já estava passando tudo para o Adilson. Só que entendo que o mais importante mesmo é nos preocuparmos com o Santos”, disse o interino.

Marcelo Martelotte já confirmou a equipe titular para o duelo contra os paraguaios. Como comandou apenas dois treinos-táticos antes do jogo, o interino evitou mudanças radicais, porém não deixou de voltar ao esquema com três atacantes: Diogo, Zé Eduardo e Neymar.

Sem contar com o volante Arouca, que voltou a sentir dores na coxa esquerda e ficará mais 20 dias em tratamento, Martelotte escalou o meio-campo com Rodrigo Possebon, Danilo e Elano. A única dúvida na equipe é a presença do atacante Maikon Leite no banco de reservas. O atleta sentiu dores no joelho direito e foi realizar exames em São Paulo.

“O time já está definido para o jogo amanhã. O Maikon foi fazer um exame no joelho, sabemos do que ele já passou e qualquer incômodo com ele nós temos essa preocupação. Dependendo do resultado dos exames ele vai para o banco ou não”, afirmou Martelotte.

Assim como o Santos, o Cerro Porteño será comandado nesta quarta-feira por um treinador interino: Blas Cristaldo. Se não batasse, os paraguaios não contarão com dois atletas importantes do time: Juan Manuel Lucero, com problemas particulares, e o argentino Javier Villarreal, com uma lesão no tendão.

A curiosidade é que o jovem argentino Juan Iturbe, destaque do último sul-americano, ficará apenas como opção no banco de reservas, e o ataque será formado por Jonathan Fabbro e Roberto Nanni.

FICHA TÉCNICA – SANTOS X CERRO PORTEÑO-PAR

Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 2 de março de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (horário de Brasília)
Árbitro: Héctor Baldassi (Argentina)
Assistentes: Ricardo Casas e Alejo Castany (ambos da Argentina)

SANTOS: Rafael; Jonathan, Edu Dracena, Durval e Léo; Rodrigo Possebon, Danilo e Elano; Diogo, Neymar e Zé Eduardo
Técnico: Marcelo Martelotte (interino)

CERRO PORTEÑO-PAR: Diego Barreto, Iván Piris, Pedro Benítez, Diego Viera e Lautaro Formica; Luis Cáceres, Rodrigo Burgos, Iván Torres e Julio Dos Santos; Jonathan Fabbro e Roberto Nanni
Técnico: Blas Cristaldo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.