Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Sem acordo entre as partes, Bahia desiste de Vadão

Técnico, que substituiria Rogério Lourenço, estaria pedindo um salário muito superior ao que o clube estava disposto a pagar

Gazeta Esportiva |

A diretoria do Bahia encerrou as negociações com Oswaldo Alvarez, o Vadão. O treinador era o favorito dos baianos para substituir Rogério Lourenço, demitido na última segunda-feira. O motivo da desistência foi a falta de um acordo financeiro.

O técnico estaria pedindo um salário muito superior ao que o Bahia estava disposto a pagar. Além disso, Vadão não abria mão de levar consigo seus auxiliares, prática descartada pela diretoria que não abre mão de manter sua comissão técnica fixa.

Vadão está sem clube desde outubro de 2010, quando foi demitido do comando da Portuguesa. Especula-se que o técnico tenha uma proposta do futebol internacional, mas o país, e muito menos o clube, ainda não foram revelados por seu procurador.

O bahia segue atrás de um treinador. Para a próxima partida, neste domingo às 17 horas, contra o Camaçari, é provável que a equipe seja comandada pelo auxiliar Chiquinho Assis, que já esteve no banco de reservas nesta quarta-feira, na vitória por 2 a 0, sobre o mesmo adversário, o Camaçari.

Leia tudo sobre: bahiavadãocampeonato baiano 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG