Tamanho do texto

Portuguesa venceu o Sport neste sábado, mas não conseguiu o acesso por causa de um ponto

Os jogadores da Portuguesa foram unânimes ao comentar o fracasso da Portuguesa na busca pelo acesso na Série B do Campeonato Brasileiro: a equipe deixou a desejar ao longo da competição e, quando conseguiu acordar, já era tarde demais. Depois da vitória por 2 a 1 sobre o Sport, na Ilha do Retiro, o atacante Héverton culpou e lamentou os tropeços dentro de casa.

"Faltou muita coisa esse ano. Quando precisamos vencer dentro de casa, não conseguimos, mas agora não adiantar ficar lamentando. Estamos tristes por um lado, mas conseguimos fazer o resultado fora de casa. Com todas as situações que aconteceram, ainda chegamos ao último jogo na briga. Acho que o time está de parabéns", afirmou o atacante rubro-verde.

A Portuguesa terminou a Segundona na quinta colocação, apenas um ponto abaixo do América-MG, última equipe a garantir o acesso (empatou com a Ponte Preta em Campinas). Para Héverton, no entanto, a temporada não foi tão ruim: o atleta conseguiu se firmar no time rubro-verde e termina como artilheiro da equipe, com 24 gols - 12 deles na Série B.

"Vamos esperar a próxima temporada com tranquilidade. O ano inteiro foi muito bom, fiz meus gols. Fazia tempo que não tinha uma sequência de jogos. Ano passado fiquei muito tempo no banco, até marquei, mas esse ano pude chegar a 24 gols. Estou feliz", complementou o jogador, na saída de campo na Ilha do Retiro.

    Leia tudo sobre: futebol