Há oito anos sem ser campeão mundial, Brasil tenta coroar geração mesmo sem contar com as estrelas Neymar e Lucas

Segundo maior vencedor dos Mundiais sub 20, o Brasil estreia nesta sexta-feira na edição 2011 do torneio, na Colômbia, tentando chegar ao pentacampeonato e se aproximar da Argentina, único país hexacampeão na categoria. O primeiro jogo dos comandados de Ney Franco acontece em Barranquilla, contra o Egito, às 23h (horário de Brasília).

Vice-campeão na última edição do Mundial ao perder para Gana em 2009, o Brasil busca o título também para coroar a geração que conquistou no início do ano o Sul-Americano da categoria e garantiu a vaga nas Olimpíadas de 2012 , em Londres. E com isso acabar com um jejim de oito anos, já que desde 2003, nos Emirados Árabes Unidos, o país não vence a competição.

Os desfalques em relação ao time que disputou o Sul-Americano são as principais preocupações de Ney Franco. Como já foram para a seleção principal na Copa América , o santista Neymar e o são-paulino Lucas estão fora do grupo. Por outro lado, a grande novidade é o meia Philippe Coutinho , da Inter de Milão , que não esteve presente no torneio continental.

Sem Neymar e Lucas, a novidade Philippe Coutinho é uma das principais esperanças ofensivas do técnico Ney Franco
Getty Images
Sem Neymar e Lucas, a novidade Philippe Coutinho é uma das principais esperanças ofensivas do técnico Ney Franco

Além do Egito, os outros rivais do Brasil pelo grupo E na primeira fase serão a Áustria e o Panamá. E o primeiro adversário mostra confiança em surpreender os favoritos. “Algo me diz que causaremos uma boa impressão aqui”, afirmou na quarta-feira o técnico egípcio Diaa El Sayed.

Do lado brasileiro, o discurso é de admitir o favoritismo, mas destacando a responsabilidade consequente desse status. “O Brasil sempre será favorito, por isso esperamos ter um bom desempenho na Colômbia, pois temos a confiança de fechar 2011 com um título que será muito importante para nós”, afirmou o capitão do time, o zagueiro são-paulino Bruno Uvini .

Já na primeira partida do Mundial, o Brasil tem a oportunidade de fazer história. Caso marque pelo menos dois gols, a seleção será a primeira a marcar 200 vezes na história da competição. Até agora, são 198, contra “apenas” 137 da Argentina, segunda melhor do mundo nesse critério.

FICHA TÉCNICA – BRASIL X EGITO

Local: estádio Metropolitano de Barranquilla, em Barranquilla
Data: 29 de julho de 2011, quinta-feira
Horário: 23h (horário de Brasília)
Árbitro: Cuneyt Cakir (Turquia)
Assistentes: Tarik Ongun e Bahattin Duran (ambos da Turquia)

BRASIL: Aleksander; Danilo, Juan, Bruno Uvini e Alex Sandro; Casemiro, Dudu, Philippe Coutinho e Oscar; Willian e Negueba
Técnico: Ney Franco

EGITO: Ahmed El Shenawi; Mahmoud Alaa Eldin, Ayman Ashraf, Mohammed Yassin e Ahmed Hegazi; Sale Gomaa, Mohammed Hamdy, Ahmed Nabil e Mohammed Ibrahim; Mohammed Ghazi e Aly Fathy
Técnico: Diaa El Sayeed

* com agência EFE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.