Clima é tenso, mas CBF não mudará cronograma. Na primeira sessão, houve confronto entre simpatizantes e opositores do ex-ditador

Imagem da TV estatal egípcia mostra Mubarak deitado na maca enquanto acompanha seu julgamento
AP
Imagem da TV estatal egípcia mostra Mubarak deitado na maca enquanto acompanha seu julgamento
A seleção brasileira não alterará o seu cronograma para o amistoso contra o Egito, no dia 6 de setembro, no Cairo . O diretor de comunicação da CBF, Rodrigo Paiva, confirmou que não haverá mudanças, apesar do adiamento do julgamento do ex-ditador Hosni Mubarak e do ex-ministro do interior Habib al-Adly, depostos em levante popular , para o dia 5 de setembro. A transmissão ao vivo da nova sessão foi proibida por medida judicial . Adly já foi condenado por lavagem de dinheiro e agora responde pela morte de manifestantes.

Nas sessões anteriores, houve tensão. A polícia chegou a dar tiros de advertência para o alto para dispersar manifestantesna Praça Tahrir, no centro do Cairo, e a preocupação das autoridades pode ser medida pelo efetivo deslocado para o local do julgamento : três mil homens, entre militares e policiais. Mubarak renunciou em 11 de fevereiro, mas a junta militar que controla o país no momento ainda convive com a iminência de protestos cobrando julgamento mais rápido das autoridades do antigo regime e andamento mais ágil das mudanças no país. No dia da primeira sessão do julgamento, no início de agosto, houve confronto entre opositores e simpatizantes de Mubarak, de 83 anos, que chegou ao local de helicóptero e participou da sessão de maca, dentro de uma cela.

Imagem da TV estatal egípcia mostra Mubarak deitado na maca enquanto acompanha seu julgamento
AP
Imagem da TV estatal egípcia mostra Mubarak deitado na maca enquanto acompanha seu julgamento
Mesmo diante do quadro, o diretor de comunicação da CBF, Rodrigo Paiva, afirmou que a entidade não está preocupada e que o futebol não tem qualquer relação com a situação política do país. “A seleção vai lá para jogar futebol. Imagina se na época que derrubaram o Fernando Collor aqui um jogo da seleção no Rio seria cancelado por conta disso. Não há nada nesse sentido”, afirmou.

A seleção brasileira para o amistoso contra o Egito será convocada na próxima quinta-feira pelo técnico Mano Menezes em um hotel em Copacabana, zona sul do Rio. No último amistoso, o Brasil foi derrotado pela Alemanha em Stuttgart. Ainda em setembro, o Brasil enfrentará duas vezes a Argentina, nos dias 14 e 28, na reedição da Copa Rocca .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.