Tamanho do texto

Duelo disputado no Japão pela Copa Kirin terminou 3 a 0 para as americanas, que enfrentaram um Brasil sem Marta

selo

Sem Marta, mas com Cristiane, seleção feminina não foi páreo para os EUA
AFP
Sem Marta, mas com Cristiane, seleção feminina não foi páreo para os EUA
A seleção brasileira feminina de futebol perdeu nesta terça-feira para os Estados Unidos por 3 a 0, em partida válida pela Copa Kirin, um torneio amistoso realizado no Japão. Carli Lloyd, Shannon Boxx e Amy Rodriguez marcaram os gols do duelo, que começou quatro horas antes do previsto por conta da previsão de forte chuva e ventos na cidade de Chiba.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

As condições climáticas foram normais durante o primeiro tempo, mas a chuva e o vento atrapalharam o confronto durante a etapa final. Por conta da mudança de horário e do temor de temporal, a Fukuda Denshi Arena, que tem capacidade para 18 mil pessoas, estava vazia, com apenas 500 espectadores.

A Copa Kirin é disputada por três das quatro melhores seleções do mundo, de acordo com o ranking da Fifa. Os Estados Unidos lideram a lista, logo à frente da Alemanha, que não disputa a competição. O Japão, que faturou o título mundial no ano passado está na terceira colocação, seguido pelo Brasil.

Confira ainda: Marta elogia Barça e Real, mas não esquece do Corinthians: “Sou fã”

Atuais vice-campeãs mundiais e algozes das brasileiras no Mundial de 2011, as norte-americanas definiram o duelo com gols em jogadas de bola parada. Carli Lloyd abriu o placar aos 18 minutos do primeiro tempo, ao completar cobrança de falta. Aos 23, Shannon Boxx marcou, de cabeça, após cruzamento em cobrança de falta.

O Brasil tentou reagir, desperdiçou algumas oportunidades e viu as norte-americanas marcarem o terceiro gol no final do segundo tempo. Aos 38 minutos, Amy Rodriguez pegou rebote de nova cobrança de falta e definiu o triunfo dos Estados Unidos por 3 a 0.

E mais:  Marta acerta com o Tyresö, da primeira divisão da Suécia

Carli Lloyd, dos Estados Unidos, comemora gol marcado contra a seleção feminina
AFP
Carli Lloyd, dos Estados Unidos, comemora gol marcado contra a seleção feminina

O duelo desta terça-feira fez parte da preparação brasileira para as Olimpíadas de Londres. A equipe dirigida por Jorge Barcellos treinou por dez dias nos Estados Unidos, onde perdeu um amistoso para o Canadá por 2 a 1, e depois seguiu ao Japão para disputar a Copa Kirin.

Na Ásia, a equipe ganhou os reforços de Rosana, Aline Pellegrino, Cristiane e Ester, que atuam na Europa e não foram aos Estados Unidos, mas ficou sem Marta, eleita cinco vezes a melhor jogadora do mundo pela Fifa, que foi liberada para voltar ao Tyreso, da Suécia.

"Não tínhamos nosso melhor plantel então nós sabíamos que seria um jogo difícil", disse Barcellos. "Mas nós queríamos dar algumas chances para nossas mais jovens jogadoras enquanto nos preparamos para as Olimpíadas", completou.

No último domingo, em Sendai, Japão e Estados Unidos empataram por 1 a 1 na partida de abertura da Copa Kirin. O Brasil volta a jogar nesta quinta-feira, quando vai encarar a seleção japonesa.