Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Seguro trava naming rights no Palmeiras

Dirigentes preferem não envolver outras empresas na negociação enquanto tudo não estiver oficializado

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

A oficialização do seguro de perfomance da nova Arena do Palmeiras trava o anúncio de naming rights do estádio. Apesar de estarem confiante com o desfecho da novela das apólices, dirigentes preferem não envolver outras empresas enquanto tudo não estiver oficialmente resolvido.

O fato é que o Palmeiras ainda não tem a apólice feita no seu nome. O documento está, sim, em processo avançado, mas depende da valoração para ser oficializado. WTorre (empresa de engenharia responsável pela obra), Palmeiras e UBF discutem praticamente todos os dias para tentar chegar a um acordo. De concreto, existe apenas a apólice com valor de R$ 150 milhões feita no nome do Banco do Brasil, que financiou parte da obra.

Essa apólice, apesar de garantir a continuidade das obras e que o contrato não seja quebrado por falta de cumprimento das cláusulas, não agradou o advogado contratado pelo clube para cuidar do assunto. Ele prefere ver o documento assinado com a Sociedade Esportiva Palmeiras como beneficiária.

Outra seguradora, a Tokio Marine, também fará parte da obra, mas ela será a responsável pela apólice que garante possíveis acidentes envolvendo trabalhadores e sócios com a construção da Arena.

Enquanto isso, a Traffic, que ficou responsável pela negociação dos direitos da Arena, recebe algumas propostas. A Unimed continua como favorita e pode pagar cerca de R$ 65 milhões por um contrato de sete anos. Outras duas empresas, no entanto, mostram interesse e ainda podem conseguir fechar o negócio.

A novela do seguro persiste há mais de dois meses e já virou motivo de briga constante entre conselheiros. Enquanto os da oposição acusam a WTorre de ser uma empresa falida, os da situação afirmam que a parceira é séria. Oposicionistas também criticam os 30 anos de cessão de terras à companhia e, como forma de defesa, José Cyrillo Jr. e companhia dizem que esse foi o melhor das parceriras oferecidas.

Leia tudo sobre: palmeirasarena palestraseguradora ubf

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG