Mesmo com a declaração de Cesari Prandelli, Fifa ainda não se pronunciou sobre o caso. Volante atuou pelo Brasil sub 23

Cesare Prandelli, treinador da seleção italiana, revelou que a Fifa (Federação Internacional de Futebol e Associados) já liberou Thiago Motta , brasileiro naturalizado italiano, para defender a Itália no próximo amistoso da equipe, marcado para esta próxima quarta-feira, contra a Alemanha, na cidade de Dortmund.

"O 'ok' da Fifa chegou. Acho extraordinário que jogadores não nascidos no país queiram atuar pela seleção. Eu chamo quem merece e olho além da questão étnica porque o futebol os une", explicou Prandelli. O meio-campista já está treinando com os convocados para o jogo contra os alemães.

Thiago Motta corre no gramado com os colegas de seleção italiana. O paulista se naturalizou recentemente
Getty Images
Thiago Motta corre no gramado com os colegas de seleção italiana. O paulista se naturalizou recentemente
Mesmo com a declaração do treinador, a Fifa ainda não se pronunciou oficialmente sobre o caso. Motta, nascido em Osasco (grande São Paulo) atuou oito vezes pela seleção brasileira sub 23, o que coloca dúvidas sobre a real possibilidade do atleta defender a seleção italiana.

O volante esteve, por exemplo, na Copa Ouro de 2003, destinada a jogadores profissionais e disputada pelo Brasil com sua equipe sub 23, para se preparar para o Pré-Olimpico de 2004. Segundo as regras da entidade , um jogador só pode atuar por duas seleções na carreira, caso sua passagem pela primeira delas não tenha sido pela equipe principal.

*com GE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.