Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Seedorf admite proposta corintiana, mas prefere ficar na Europa

Meia tem negócios na Itália e só virá para o Corinthians se não receber ofertas de clubes europeus

Bruno Winckler, iG São Paulo |

O meia Clarence Seedorf gostou da proposta que ouviu de Ronaldo para que vestisse a camisa do Corinthians a partir de junho, mas ele prefere ficar na Europa. O jogador de 35 anos tem contrato com o Milan até junho e sua intenção é que ele seja renovado por pelo menos mais uma temporada. O holandês tem alguns negócios em Milão que o fazem querer continuar por lá.

A oferta corintiana apresentada por Ronaldo só seria aceita por Seedorf se nem o Milan, ou nenhum outro grande clube europeu, fizesse uma proposta para contar com ele na próxima temporada que começa em agosto.

Seedorf tem uma agência de marketing esportivo, assim como Ronaldo. A On International tem sua sede em Milão. A diretora da empresa, Paola Milan, disse ao iG que Seedorf sabe do interesse do Corinthians, mas que antes de se pronunciar, pretende dedicar-se exclusivamente ao Campeonato Italiano, do qual o Milan é líder com 65 pontos, três acima do vice Napoli, faltando sete rodadas para o final.

“A única coisa que podemos dizer no momento é que se trata de um momento crucial para o Milan na Série A e Seedorf está pensando apenas no ‘scudetto’. Ele está consciente
do interesse, mas só será considerado quando terminar o campeonato, após a conquista do título”, disse Paola, por e-mail.

A boa relação que Seedorf tem com o Brasil – sua esposa é brasileira – e com Ronaldo e Adriano podem interferir na decisão do jogador. Porém, pelo fato de estar ainda atuando em um grande clube e sendo decisivo para ele – Seedorf teve atuação destacada no clássico contra a Inter, no sábado – fazem o jogador acreditar que poderá arranjar um bom contrato na Europa, mesmo que não seja no Milan.

O Wolfsburg, campeão alemão na temporada 2008/2009, mas que vive péssima fase e corre o risco de ser rebaixado na Bundesliga, já mostrou interesse no jogador. Seedorf toparia mudar-se para o norte da Alemanha se o time de Diego e Josué não terminar rebaixado neste ano.

No Brasil, além de Ronaldo e Adriano, Seedorf tem outros bons amigos. Um deles é Zico. Quando o “Galinho” era dirigente do Flamengo, em 2010, Seedorf visitou o Rio de Janeiro e conversou com ele sobre o clube carioca e declarou-se fã do Flamengo.

Em entrevista à RedeTV!, Seedorf confirmou que Ronaldo tenta mesmo trazê-lo ao Corinthians, a partir de julho, mas que no momento sua única preocupação é ajudar o Milan a conquistar o título italiano.

Os diretores do Corinthians mantêm-se céticos em relação a um acordo, mas já passam a tratar o assunto como algo plausível. Edu Gaspar, gerente de futebol, se entusiasma com a possibilidade de o Corinthians, por meio de Ronaldo, conseguir convencer um grande nome do futebol europeu a mudar-se para o Brasil e jogar por aqui. “Ele joga muito. Mas entre ele e o Corinthians há muita coisa a se percorrer. Seria uma grande contratação, mas não temos nada sobre isso no momento”, disse o dirigente.

Leia tudo sobre: corinthiansseedorfronaldomercado da bolamilan

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG