Meia ainda confirmou que recebeu proposta do Corinthians e de outros clubes, mas preferiu permanecer na Vila Belmiro

Após realizar a sua primeira partida no ano, junto com os demais titulares, no empate do Santos com o Oeste de Itápolis, por 1 a 1, na noite desta quinta-feira, na Arena Barueri, o meia Paulo Henrique Ganso falou sobre a sua situação no clube. Segundo o jogador, não há motivos para reclamar da recusa em relação às propostas que surgiram pelo seu futebol. Mas, com personalidade, Ganso destacou que se fosse a sua intenção já teria deixado o clube.

Leia também : Oferecido a outros clubes, Elano está insatisfeito com diretoria

Recentemente, o Porto apresentou uma oferta de 8 milhões de euros (cerca de R$ 18 milhões) pela sua contratação. "Não tenho que gostar de nada (negativa da cúpula santista pela proposta dos Dragões), e sim do que ofereceram para mim. Estou muito feliz no Santos e, se eu quisesse, já teria saído há tempos", disse o camisa 10.

Além desta proposta do time português, Paulo Henrique Ganso admitiu que já recebeu outras ofertas, inclusive do Corinthians - no primeiro semestre do ano passado - e de outras equipes brasileiras.

Porém, de acordo com o meia, o seu pensamento está voltado somente para voltar a jogar bem e ajudar o Santos na busca pelos seus objetivos em 2012, ano do centenário do clube. "Tive várias propostas recentemente, não só do Corinthians como de outros clubes também. Mas esse ano eu quero o tricampeonato paulista e a Libertadores. Esse tem de ser o ano, de me concentrar bem e não sofrer lesões. Tenho de jogar bola, pois se não for assim não terá nem proposta, nem seleção brasileira, que é o meu maior desejo nesse ano", comentou.

E ainda: Titulares estreiam, mas Santos não muda rotina e só empata

Polêmicas à parte, Ganso teve o seu desempenho contra o Rubrão bastante elogiado pelo técnico Muricy Ramalho. O treinador, que já havia destacado o rendimento do maestro santista durante a pré-temporada, gostou da atuação do seu camisa 10.

"Você percebe nos treinamentos, no dia-a-dia, a vontade do jogador. Nunca vi Ganso com tanta vontade. E hoje (quinta) ele participou bastante do jogo, deu bons passes, roubou muitas bolas. Isso anima. Com relação às propostas, no futebol existe muita conversa, só que ninguém mostra nada. Então, a verdade ninguém sabe quem fala. O importante é que o Ganso está no Santos, continua conosco e está sendo uma surpresa agradável até o momento. Contra o Oeste, ele foi o melhor do nosso time", analisou Muricy.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.