Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

"Se o Real quiser, assino por 10 anos", diz Cristiano Ronaldo

Atacante merengue não pretende sair de Madri, mas não descarta volta ao futebol da Inglaterra

EFE |

O astro português Cristiano Ronaldo disse nesta terça-feira que ficaria ainda por muito tempo no Real Madrid , caso seja interesse do clube, mas declarou também que sente saudades do futebol inglês, em que defendeu o Manchester United por seis temporadas, de 2003 a 2009.

"Se o Real Madrid quiser, posso assinar por mais dez anos, até o fim da minha carreira. Mas ninguém pode prever o futuro. Não quero mentir e dizer que estarei aqui em dez anos e que não voltarei a Manchester, não seria justo da minha parte", afirmou o jogador em entrevista à rede de televisão britânica "Sky News".

Cristiano disse que jogar no Real sempre foi seu sonho assim como jogar no Manchester, e que se trata de dois dos melhores clubes do mundo, "junto com o Barcelona , o Chelsea , o Arsenal e o Milan ". "Sinto saudades do Campeonato Inglês, que para mim é o melhor que existe junto com o espanhol. Conheço bem a Premier League e seus jogadores", acrescentou o atacante merengue, que, perguntado sobre um possível retorno à Inglaterra, falou que talvez volte no futuro.

"Por que não? Espero retornar algum dia, mas nunca se sabe. A equipe que mais gosto na Inglaterra é o United, mas não posso dizer que vou voltar para lá, pois estou muito feliz em Madri", garantiu o jogador. Com os 'Diabos Vermelhos', o atacante de 26 anos ganhou três títulos do Campeonato Inglês, um da Copa da Inglaterra e um da Liga dos Campeões até ser negociado junto ao clube madrilenho por 91 milhões de euros.

Cristiano disse ter ótimas lembranças de Manchester, e admitiu que quando vê partidas do United se sente voltando ao passado.

"Às vezes, quando vejo alguns jogos, sinto que deixei uma parte de mim na Inglaterra. Não é só porque agora jogo no Real Madrid que vou deixar de falar com meus velhos amigos, e quando tenho oportunidade converso com (Alex) Ferguson", falou o craque, se referindo ao técnico da equipe inglesa.

"Ferguson é meu segundo pai, me ajudou muito a melhorar, como Mourinho faz agora, porque ambos são treinadores com experiência que ganharam muitos títulos. Para mim, são os dois melhores treinadores do mundo", finalizou o português.

Leia tudo sobre: futebol mundialespanhareal madrid

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG