Alemão diz que zagueiro começou a provocá-lo antes mesmo do confronto entre Bayern de Munique e Inter de Milão

O meio-campista alemão Bastian Schweinsteiger não se deu bem com o zagueiro italiano Marco Materazzi durante a derrota de seu clube, Bayern de Munique , para a Internazionale de Milão , nesta terça-feira, pela Liga dos Campeões . Segundo o jogador, durante a partida ele passou a entender o craque Zinedine Zidane, que deu uma cabeçada no defensor italiano na final da Copa do Mundo de 2006.

"Entendo o que o Zidane sentiu. Materazzi começou a me provocar, inclusive antes do começo do jogo, quando ainda estávamos no túnel dos vestiários. Desde então, ele não parou mais", disse o alemão, irritado.

Schweinsteiger (dir.) tenta partir para cima de Materazzi (esq., abraçando Júlio César) após o jogo
EFE
Schweinsteiger (dir.) tenta partir para cima de Materazzi (esq., abraçando Júlio César) após o jogo
"Ele fez comigo o mesmo que fez com o Zidane", afirmou o jogador, que logo após a partida foi tirar satisfações com o defensor adversário. A discussão só parou após a chegada de membros da comissão técnica da Inter.

Materazzi, inclusive, sequer entrou em campo na vitória da Inter sobre o Bayern por 3 a 2, que levou os italianos às quartas de final da Liga dos Campeões e deixou os alemães no meio do caminho.

    Leia tudo sobre: Bayern de Munique
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.