Com menos tradição que os demais semifinalistas da Liga dos Campeões, time alemão tenta repetir feito do Bayern na última edição

Time com menos tradição na Liga dos Campeões dentre os quatro semifinalistas, o Schalke 04 entra como franco atirador no duelo contra o gigante Manchester United , da Inglaterra. E os germânicos entram em campo nesta terça-feira, às 15h45 (de Brasília), na Veltins Arena, pelo jogo de ida, tentando fazer história na competição.

Para isso, os alemães se espelham no feito recente de alguns rivais, como o do Bayern de Munique, que eliminou o Manchester na temporada passada nas quartas de final ao bater os ingleses em casa por 2 a 1 e se garantir na semi com os gols fora de casa, mesmo perdendo por 3 a 2.

Antes, em 2001, o mesmo Bayern eliminou os britânicos também nas quartas. Em 97, o Borussia foi quem derrubou os Diabos Vermelhos, dessa vez nas semifinais, enquanto em 2002 o Bayer Leverkusen chegou à final após triunfar sobre o clube de Old Trafford.

Para o técnico Ral Rangnick, o time não tem nada a perder, mas já teve que passar por isso nas quartas. "Sabemos que somos os intrusos, mas também éramos nas quartas de final contra a Inter, a atual campeã. Isso que nos faz ter esperança, e é nessa história que vamos nos apegar para chegar à final", comentou.

O treinador dos Azuis-Reais fez questão, no entanto, de exaltar a qualidade dos rivais. "Quando se chega em uma semifinal de Copa dos Campeões, não se pode esperar um adversário fácil. Sabemos que temos um gigante europeu pela frente, com grande experiência, além de uma dupla ofensiva excepcional com Rooney e Hernandez", comentou.

Para o jogo, o comandante não sabe se poderá contar com o zagueiro e destaque da classificação ante a Inter, Howedes. Ele tem um desconforto muscular na coxa e é dúvida. Em compensação, os meio-campistas Peer Kloge e Kyriakos Papadopoulos estão aptos para atuar.

Do outro lado, os Red Devils querem garantir ao menos um empate para tranquilizar o jogo da volta, já que no final de semana a equipe do técnico Sir Alex Ferguson tem um desafio que pode lhe deixar com uma mão no título inglês, quando encara o Arsenal, no Emirates.

O treinador, que não poderá contar com o centroavante Berbatov, reconheceu que a equipe é mais experimentada que a do adversário, mas lembrou de uma presença tradicional do outro lado: o experiente Raúl. "Com certeza nossa experiência nos últimos anos pode fazer a diferença, mas eles têm Raúl, que é praticamente a imagem do torneio", completou.

FICHA TÉCNICA - SCHALKE 04 X MANCHESTER UNITED

Local: Arena AufSchalke, em Gelsenkirchen (Alemanha)
Data: 26 de abril de 2011 (Terça-feira)
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Carlos Velasco Carballo (Espanha)
Assistentes: Roberto Alonso Fernandéz e Jesus Calvo Guadamuro

SCHALKE: Neuer; Uchida, Matip, Metzelder e Sarpei; Papadopoulos, Jurado, Farfán e Baumjohann; Raúl e Edu. Técnico: Ralf Ragnick

MANCHESTER: Van der Sar; Fabio, Ferdinand, Vidic e Evra; Valencia, Giggs e Carrick; Park, Rooney e Hernandez . Técnico: Alex Ferguson

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.