Marlos e Miranda dizem que desafios ao chileno foram feitos quando o zagueiro estava "de cabeça quente"

Após o clássico entre Palmeiras e São Paulo , o zagueiro são-paulino Alex Silva e o meia palmeirense Valdivia trocaram farpas. Em confraternização de uma empresa de material esportivo, nesta segunda-feira, o meia Marlos e o zagueiro Miranda colocaram panos quentes na situação.

Depois do apito final, Alex Silva, que foi expulso durante o clássico, considerou que Valdivia foi pivô de algumas jogadas violentas, como uma cabeçada no início do jogo em seu parceiro de zaga Miranda . Em sua defesa, Valdivia disse que Alex também jogava duro. "O 'Pirulito' (apelido de Alex Silva) tem que calar a boca, ele também chega batendo na zaga, precisa falar menos", reclamou o meia.

A resposta do defensor são-paulino veio pelo Twitter. "Quero ver o Valdivia mandar eu (sic) calar a boca aqui na rua, sem microfone, sem o Palmeiras, eu e ele", desafiou. Minutos depois, o jogador apagou a mensagem e postou outra resposta, mais branda: "Você (Valdivia) é um grande jogador e não precisa disso. Te respeito (sic) e quero ser respeitado", disse.

Para Miranda e Marlos, a discussão aconteceu porque ambos estavam de cabeça quente. "Aquilo foi um momento de nervosismo. De cabeça fria, ele (Alex Silva) vai rever o que fez", afirmou Miranda.

Sobre a possível agressão de Valdivia, Miranda afirmou não guardar rancor. "O que acontece em campo, fica lá. Fora de campo, somos todos profissionais, companheiros de profissão e nos tratamos com respeito", explicou.

Para Marlos, discussões pela internet não o agradam. "Se eu tiver um problema, tento resolver na hora, não fico falando depois. Pelo o que vi, o Valdivia falou antes do Alex, mas esse tipo de provocação sempre vai existir e agora os dois devem colocar a cabeça no lugar. Na hora você fica nervoso, fala besteira, mas, no fim, vê que todos são amigos", apaziguou o meia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.