Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

São-paulinos admitem melhor fase de Muricy após separação

Enquanto o clube já completa dois anos de jejum de títulos, o treinador está próximo da primeira conquista desde que deixou o Morumbi

Levi Guimarães, iG São Paulo |

São Paulo e Muricy Ramalho foi uma parceria que deu muito certo durante três anos. Embora o treinador não tenha conseguido vencer nenhuma vez a competição mais desejada pelo clube - a Copa Libertadores -, fez história ao conquistar o tricampeonato consecutivo no Campeonato Brasileiro. Hoje, ele luta para chegar ao tetra pessoal, e justamente seu ex-clube pode ser uma pedra no sapato.

Desde que clube e treinador se separaram, nenhum dos dois voltou a comemorar um título. Em 2009, pelo Palmeiras, Muricy liderou a maior parte do Brasileirão, mas acabou fraquejando na reta final e o time sequer se classificou para a Libertadores. Já o São Paulo, na ocasião, se deu um pouco melhor, terminando no terceiro lugar e garantindo uma vaga na competição continental.

Em 2010, no entanto, Muricy viveu uma temporada melhor que a do ex-clube. Ao assumir o Fluminense, tinha como maior meta a conquista da vaga na Libertadores, mas a três rodadas do final do Brasileirão, está apenas um ponto atrás do líder Corinthians. Enquanto isso, o São Paulo só pode sonhar em alcançar o G-4, ainda assim dependendo de uma improvável combinação de resultados.

Para o meia Jorge Wagner, Muricy deixou o São Paulo na hora certa. Era o momento dele sair. Se não me engano ele estava no clube há praticamente cinco anos [na verdade, foram três anos e meio], tentando a Libertadores e não conseguiu. Vinha com desgaste. Foi bom para ele, respirou novos ares. Hoje está no Fluminense. Ele ganhou muito e o São Paulo perdeu muito, porque é um grande treinador, disse o camisa sete.

Ao final da temporada, os resultados diante do São Paulo podem acabar sendo decisivos para definir a posição do Fluminense de Muricy. Isso porque o adversário na luta pelo título, o Corinthians, bateu o time do Morumbi tanto no primeiro turno quanto no segundo. Já a equipe carioca apenas empatou no primeiro encontro, perdendo dois pontos que hoje lhe garantiriam a liderança.

Neste domingo, se mais pontos forem perdidos contra seu ex-time, Muricy pode começar a dar adeus às chances de título. E com isso, assim como o São Paulo, o treinador completaria dois anos sem comemorar uma conquista.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofluminensefutebolsão paulo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG