Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

São Paulo x Corinthians: o clássico da confiança contra a crise

Quem vencer o duelo no estádio do Morumbi assume a ponta provisória, já que o Vasco, atual líder, só joga na quinta-feira

Bruno Winckler e Mário André Monteiro, iG São Paulo |

Mais um capítulo da rica história de São Paulo x Corinthians será escrito nesta quarta-feira, no Morumbi, a partir das 21h50 (de Brasília). Neste ano de 2011, as duas equipes já protagonizaram dois duelos inesquecíveis. No primeiro, pelo Paulistão, vitória são-paulina por 2 a 1 , com direito a gol 100 de Rogério Ceni e quebra de tabu de cinco anos sem vencer o rival. Já no 1º turno do Campeonato Brasileiro, goleada corintiana por 5 a 0 , com três gols de Liédson.

AE
Apesar da diretoria bancar a sua permanência, Tite balança no cargo de treinador corintiano
> No 1º turno, o Corinthians enfiou 5 a 0 no São Paulo, dentro do Pacaembu. Relembre

Agora, pela 25ª rodada, a partida vale a liderança do torneio nacional. Quem vencer, assume a ponta provisória do Brasileirão , já que o Vasco , atual líder, joga somente na quinta-feira, contra o Atlético-GO , em São Januário. Ingredientes para um grande duelo não faltam, uma vez que quase 40 mil ingressos já haviam sido vendidos na véspera do clássico.

Siga o iG São Paulo e o iG Corinthians no Twitter

No São Paulo, a palavra de ordem é "confiança". A goleada sofrida na casa do rival não abala os ânimos dos jogadores, que se apoiam no fato de terem um time totalmente diferente para o duelo no Morumbi. "A gente tenta esquecer, a gente tinha muitos desfalques, tinham muitos jovens em campo, tivemos um jogador expulso ainda no 1º tempo. Agora é outro jogo. Não acontece mais um 5 a 0 daquele jeito. Vamos nos concentrar e vencer", disse o zagueiro Rhodolfo , que não jogou no Pacaembu.

E o defensor tem razão, porque a equipe são-paulina terá apenas quatro jogadores que atuaram naquela goleada: Rogério Ceni, Wellington, Carlinhos Paraíba e Dagoberto. Os outros sete atletas que deverão começar jogando nesta quarta-feira estavam machucados, suspensos ou não faziam parte do elenco, como nos casos de João Filipe e Cícero.

Entre para a Torcida Virtual do seu time e convide os amigos

O técnico Adilson Batista ainda não sabe se utilizará o volante Denilson desde o começo do duelo. O volante, que também não atuou nos 5 a 0, se recuperou recentemente de uma lesão na coxa e deve começar na reserva, com Carlinhos Paraíba entre os 11 iniciais.

Apesar de todo o mistério envolvendo a estreia de Luis Fabiano , o atacante não deve ser relacionado e a única provável novidade do comandante em relação à escalação que goleou o Ceará no último sábado é a volta de Dagoberto, que cumpriu suspensão, no lugar de Henrique.

No Corinthians, a crise instalada no Parque São Jorge após as duas derrotas consecutivas e a perda da liderança após 17 rodadas seguidas como ponteiro do Brasileirão fizeram Tite, com o aval da diretoria do clube, mudar o esquema tático da equipe que enfrenta o São Paulo.

AE
Apesar da diretoria bancar a sua permanência, Tite balança no cargo de treinador corintiano
Chicão, capitão da equipe e zagueiro titular desde janeiro de 2008, perdeu lugar no time por conta da má fase da defesa , que sofreu sete gols de cruzamentos nos últimos sete jogos. Assim, a dupla reserva Wallace e Paulo André assume o posto na zaga, e Leandro Castán, ex-parceiro de Chicão, vai para a lateral-esquerda. Ramon está contundido.

Tite desconsidera o clássico do primeiro turno, vencido por 5 a 0 pelo Corinthians, como parâmetro para este jogo. "É diferente. Não dá para comparar. As duas equipes viviam um momento bem diferente. O São Paulo jogou com um homem a menos (Carlinhos Paraíba foi expulso no primeiro tempo) e a conjuntura mudou completamente. Este momento é outro. Já de busca direta pelo título", disse o técnico.

Caso perca novamente, o Corinthians completará três derrotas seguidas, o que não acontece no clube desde outubro de 2010, durante a sequência que culminou na demissão de Adilson Batista, hoje no São Paulo. O ex-treinador corintiano perdeu para Atlético-MG, Atlético-GO, foi demitido, e depois o time perdeu para o Vasco. O presidente Andrés Sanchez faz questão de bancar Tite até o fim do seu contrato, em dezembro. 

Assista aos gols do jogo realizado no 1º turno :

null

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X CORINTHIANS

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 21 de setembro de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP)
Assistentes: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Altemir Hausmann (Fifa-RS)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Piris, João Filipe, Rhodolfo e Juan; Wellington, Carlinhos Paraíba, Casemiro e Cícero; Lucas e Dagoberto. Técnico: Adilson Batista

CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro, Wallace, Paulo André e Leandro Castán; Ralf, Paulinho e Alex; Willian, Emerson e Liedson. Técnico: Tite

Leia tudo sobre: São PauloBrasileirão 2011Corinthians

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG