Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

São Paulo visita o Goiás atrás de tranquilidade na Copa do Brasil

Após sofrimento contra o Santa Cruz, equipe quer bom resultado fora de casa para facilitar classificação

Levi Guimarães, iG São Paulo |

AE
Carpegiani quer o São Paulo com "espírito de Libertadores" na Copa do Brasil
Tudo que o São Paulo quer nesta quarta-feira em Goiânia é colocar em prática o aprendizado obtido após a sofrida classificação diante do Santa Cruz na segunda fase da Copa do Brasil. A equipe paulista até admite não vencer o Goiás jogando fora de casa, mas destaca a importância de conseguir um empate ou, pelo menos, marcar gols na casa do adversário para jogar por uma vitória simples como mandante na próxima semana.

Siga o iG São Paulo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Em 2003, último ano em que o São Paulo participou do torneio nacional, foi justamente o Goiás quem o eliminou, nas quartas-de-final. E para evitar que isso se repita, o time do técnico Paulo César Carpegiani promete entrar em campo no estádio Serra Dourada com “espírito de Libertadores”, considerando a partida já como uma decisão.

“Temos que entrar com o espírito que tivemos como no jogo de volta contra o Santa Cruz. Será muito truncado e a grande lição é de fazer o gol fora. Se conseguirmos isso vai ajudar bastante no jogo de volta. Mas também não podemos tomar. É uma equipe de extrema qualidade e não é porque está na Segunda Divisão que vai ser fácil. Pelo contrário. Temos que dar a mesma importância que se fosse a Libertadores, já que o título da Copa do Brasil dá a vaga para voltarmos, por isso encaro como uma final”, disse o volante Casemiro.

A partida também marca o início da primeira semana de decisões do São Paulo no ano. Afinal, antes da partida de volta na próxima quarta-feira no Morumbi, o time enfrenta a Portuguesa pelas quartas-de-final do Paulistão. “É uma semana excelente, conquistamos isso. Tem muita gente que já acabou o semestre e nós estamos bem. A equipe está mostrando um bom futebol e isso nos deixa felizes. O momento é favorável para a possibilidade de passar no Paulista e na Copa do Brasil”, afirmou o atacante Dagoberto.

Dando a devida importância à partida, Carpegiani repetiu a estratégia de fechar para a imprensa o treino coletivo da véspera do jogo, como havia feito antes do clássico contra o Corinthians e antes do jogo de volta contra o Santa Cruz. O mistério, porém, deve ser apenas em relação à postura da equipe e jogadas ensaiadas, já que a escalação do time titular está definida.

O principal problema para Carpegiani foi definir o substituto de Lucas, suspenso pela expulsão contra a equipe pernambucana. O treinador cogitou utilizar Ilsinho, Rivaldo ou Willian José no lugar do garoto e a vaga acabou ficando com o camisa 77, que finalmente vive uma boa fase depois de meses lutando para entrar em forma. Além dele, o único reserva utilizado (como vem acontecendo há algumas rodadas) será Marlos, por conta da ausência de Fernandinho, machucado.

Do lado do Goiás o objetivo, claro, é conseguir um bom placar em casa para eliminar o adversário na capital paulista. O principal desfalque da equipe esmeraldina é o lateral-esquerdo Diogo, que está emprestado justamente pelo São Paulo e é impedido de atuar por conta de uma cláusula contratual.

Como o reserva da posição, Douglas, está entregue ao departamento médico, o garoto João Carlos deve ser o escolhido para formar o setor. Precavido, o técnico Artur Neto escala o Goiás no esquema 3-5-2.

FICHA TÉCNICA - GOIÁS X SÃO PAULO

Local: estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 20 de abril de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Marcos André Gomes da Penha (ES)
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires e José Maciel Linhares (ambos do ES)

GOIÁS: Harlei; Ernando, Rafael Tolói e Marcão; Oziel, Carlos Alberto, Zé Antônio, Marcelo Costa e João Carlos; Felipe Amorim e Hugo
Técnico: Artur Neto

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Rhodolfo, Alex Silva, Miranda e Juan; Jean, Casemiro, Carlinhos Paraíba e Ilsinho; Marlos e Dagoberto
Técnico: Paulo César Carpegiani

Leia tudo sobre: são paulogoiascopa do brasil 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG