Tamanho do texto

Time do Morumbi fica com o mesmo número de pontos de Corinthians e Paulista de Jundiaí, mas leva vantagem no saldo de gols

O São Paulo precisou de apenas uma rodada para retomar a liderança do Campeonato Paulista. Neste domingo, a equipe do técnico Emerson Leão venceu a Ponte Preta por 3 a 1, no Moisés Lucarelli, em Campinas. Com o resultado, o clube do Morumbi terminou a quinta rodada com o mesmo número de pontos de Corinthians e Paulista de Jundiaí, mas ficou na ponta da tabela de classificação por causa do saldo de gols.

A partida deste domingo marcou a estreia do meia Jadson , principal contratação do São Paulo em 2012. O camisa 10, que não participou da pré-temporada, realizada em Cotia, começou jogando bem, mas logo sentiu a falta de ritmo e caiu de produção.

O atacante Willian José , titular do time devido à contusão de Luis Fabaino , marcou dois gols e foi o grande nome da vitória. Destaque também para o lateral-esquerdo Cortês , que fez sua melhor apresentação com a camisa so São Paulo.

Na próxima quarta-feira, a Ponte Preta joga, fora de casa, contra o o Catanduvense, às 19h30, no Estádio Sílvio Salles. Já o São Paulo, na quinta-feira, recebe o Comercial, às 21h50, no Morumbi.



O jogo:

Animado com o empate do Corinthians diante do Bragantino, o São Paulo, mesmo atuando fora de casa, começou a partida no ataque e abriu o placar logo aos quatro minutos. O atacante Willian José recebeu na área, girou e chutou mascado na saída do goleiro: 1 a 0.

Cinco minutos depois, o clube do Morumbi quase ampliou a vantagem. O meia Maicon soltou a bomba de fora da área e a bola tirou tinta do travessão defendido por Lauro.

Apoiada pela torcida, que compareceu em bom número no Estádio Moisés Lucarelli, a Ponte Preta respondeu aos 15 minutos. Após cobrança de escanteio, Ferron, sozinho testou forte para forte.

Melhor em campo, a equipe do técnico Emerson Leão ainda criou outras duas boas oportunidades no primeiro tempo. Aos 29, Cortês cruzou e Willian José, de cabeça, mandou para fora.

Depois, aos 34, o lateral-esquerdo do São Paulo passou por dois marcadores, chutou de longe e Lauro espalmou para fora.

No segundo tempo, a Ponte Preta voltou com tudo e empatou aos oito minutos. Renato Cajá cobrou escanteio pela esquerda e o lateral-direito Guilherme, entre dois marcadores, testou no canto direito, sem chances para Denis: 1 a 1.

Após o gol, o time de Campinas seguiu tomando conta do jogo. No entanto, aos 20 minutos, Cortês fez boa jogada pela esquerda e cruzou na medida para Lucas empurrar para dentro: 2 a 1.

Com a vantagem no marcador, o São Paulo controlou as ações e ampliou aos 29 minutos, em rápido contra-ataque. Lucas correu pela direita e rolou para Willian José fazer o terceiro. Depois, o clube do Morumbi diminuiu o ritmo e segurou o resultado.

Ficha: Ponte Preta 1 x 3 São Paulo

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 5 de fevereiro de 2012, domingo
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Assistentes: David Botelho Barbosa (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)
Renda: R$ 183.134,00
Público: 8415 pagantes
Cartões amarelos:  Xaves e Rossi (Ponte Preta); Rhodolfo e João Filipe (São Paulo)
Gols: Willian José aos 4 do 1º tempo; Guilherme aos 8, Lucas aos 20 e Willian José aos 29 do 2º

PONTE PRETA: Lauro; Guilherme (Cicinho), Ferron, Wescley, Uendel; Willian Magrão, Xaves (Enrico), João Paulo, Renato Cajá; Rodrigo Pimpão (Rossi) e Leandrão
Técnico: Gilson Kleina

SÃO PAULO: Denis, Piris (João Filipe), Paulo Miranda, Rhodolfo, Cortês; Wellington, Cícero, Maicon (Denílson), Jadson (Casemiro); Lucas e Willian José
Técnico: Emerson Leão