Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

São Paulo tenta manter sonho da Libertadores contra o Vasco

Time paulista precisa de uma vitória para encostar no Botafogo, que está em quarto lugar, enquanto cariocas sonham com vaga na Sul-Americana

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860259696&_c_=MiGComponente_C

Ainda com chance de conquistar uma vaga na Libertadores da próxima temporada, o São Paulo vai ao Rio de Janeiro encarar o Vasco, neste domingo, em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro. Na nona colocação, com 50 pontos, os paulistas vão atrás da vitória para ficar somente três atrás do Botafogo, quarto. Já na equipe carioca, o pensamento é de garantir a vaga para a Sul-Americana para terminar bem o ano.

O São Paulo realizou três partidas na Cidade Maravilhosa ao longo do torneio nacional. No Maracanã, empatou com o Flamengo (1 a 1) e com o Fluminense (2 a 2). No Engenhão, perdeu do Botafogo (2 a 0). Diante do Vasco, o São Paulo tem a última oportunidade de vencer no Rio de Janeiro neste Brasileiro.

Depois de cair frente ao Corinthians na última rodada, o técnico Paulo César Carpegiani conta com os retornos do versátil Richarlyson e do volante Carlinhos Paraíba, livres de suspensão. Ele pretendia escalar o mesmo time que venceu o Cruzeiro, mas será obrigado a promover duas alterações.

Com dores nas costas, Rodrigo Souto será trocado pelo jovem Zé Vitor na cabeça de área. Já o centroavante Ricardo Oliveira, que sofre de uma tendinite no joelho esquerdo, dá lugar ao meia Jorge Wagner. Assim, Fernandão forma o ataque ao lado de Dagoberto.

Apesar de o Vasco não ter grandes aspirações no Campeonato Brasileiro, Fernandão mantém a cautela. "Temos que respeitá-los pelos jogadores que eles têm, mas ao mesmo tempo precisamos ser agressivos, mesmo fora de casa. É um time que vai jogar mais solto e com menos responsabilidade, não tem nada a perder", disse o atacante.

Se ainda não venceu no Rio de Janeiro nesta edição do torneio nacional, o São Paulo defende um retrospecto favorável diante do Vasco nos últimos jogos. O São Paulo não perde da equipe cruzmaltina desde 2005 - desde então, acumula seis vitórias e dois empates.

Confirmado entre os titulares, Miranda sabe que o duelo é crucial na tentativa de alcançar a Libertadores. "Enquanto houver chance, nosso time vai buscar. Vamos com o pensamento de fazer uma boa partida para aumentar ainda mais as nossas chances de classificação", afirmou o atleta.

No Vasco, mesmo que o assunto seja rechaçado por todos os jogadores e comissão técnica, o pensamento já está na próxima temporada. Tanto que a diretoria já confirmou o início das reuniões para planejar a manutenção da base e a contratação de reforços para 2011. No entanto, os cruzmaltinos têm como objetivo a classificação para a Sul-Americana para terem mais uma oportunidade de classificação para a Libertadores de 2012.

Dentro de campo, o técnico PC Gusmão terá desfalques nas laterais. O lateral-direito Fagner está suspenso e o paraguaio Irrazábal está definido como seu substituto. Já na esquerda, Ramon segue em recuperação de uma lesão e foi vetado para esta partida. Além dele, os reservas Max e Ernani, também contundidos, estão fora. O jovem Diogo, de apenas 18 anos, terá mais uma oportunidade para atuar entre os profissionais.

No entanto, a grande notícia da semana foi a recuperação do meia Carlos Alberto. O jogador treinou normalmente durante a semana e foi confirmado para voltar à equipe neste fim de semana e enfrentar o ex-time. Com isso, PC Gusmão vai poder escalar o quarteto ofensivo com Felipe, Éder Luís e Zé Roberto. Para o cruz-maltino, a falta de ritmo só vai atrapalhar se ele não se empenhar em campo.

"Na medida em que eu começar a participar das jogadas, a inspiração vai aparecer. Com isso, não sentirei a falta de ritmo. Mas, caso eu espere que as coisas aconteçam em campo, com certeza o tempo parado vai ser um problema e sentirei a condição física, como é o que acontece na maioria das vezes", comentou.

Na defesa, o zagueiro Dedé, que havia sido suspenso pelo STJD, conseguiu um efeito suspensivo e está confirmado para esta partida para formar a zaga com Cesinha. Com 45 pontos, o Vasco está na 11ª colocação e pode garantir matematicamente seu lugar na Sul-americana em caso de vitória com a soma de outros resultados.

FICHA TÉCNICA
VASCO x SÃO PAULO


Local: Estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 14 de novembro de 2010, domingo
Hora: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Assistentes: Lincoln Ribeiro Taques (MT) e Fábio Rodrigo Rubinho (MT)

VASCO: Fernando Prass; Irrazábal, Dedé, Cesinha e Diogo; Rafael Carioca, Rômulo e Felipe; Carlos Alberto, Eder Luis e Zé Roberto
Técnico: PC Gusmão

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Jean, Alex Silva, Miranda e Richarlyson; Zé Vitor, Carlinhos Paraíba, Lucas e Jorge Wagner; Fernandão e Dagoberto
Técnico: Paulo César Carpegiani

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofutebolsão paulovasco

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG