Tamanho do texto

Denilson treinou no gramado, está recuperado, mas pode ficar de fora do jogo do próximo sábado por conta de suspensão

Depois de perder para o Grêmio em Porto Alegre no último domingo, o São Paulo voltou aos trabalhos na manhã desta terça-feira. A primeira parte da atividade em campo contou apenas com os atletas que não jogaram ou que entraram no decorrer da partida contra os gaúchos, enquanto os titulares fizeram fortalecimento muscular no Reffis do CT da Barra Funda.

Siga o iG São Paulo no Twitter

Mais tarde, os titulares foram ao gramado para treinamento físico e alongamento. Os defensores reservas fizeram um trabalho de movimentação com o técnico Adilson Batista, e os atacantes suplentes, entre eles Rivaldo, Henrique, Willian José e Marlos, trabalharam finalizações sob o comando do auxiliar técnico Ivair. 

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

Adilson Batista teve um grupo reduzido de jogadores, já que alguns estão lesionados e outros quatro, todos titulares, estão na seleção brasileira. Casemiro, Lucas, Cícero e Rhodolfo foram convocados por Mano Menezes para o Superclássico contra a Argentina, que acontece na quarta-feira que vem, em Córdoba.

Denilson, volante do São Paulo
Site oficial
Denilson, volante do São Paulo
O volante Denilson, que está em fase final de recuperação de uma lesão na coxa esquerda, fez um treinamento específico com o preparador Zé Mário e já tem condições clínicas de jogar no sábado, contra o Ceará. O camisa 15, porém, pode ser obrigado a ficar fora por suspensão. Ele será julgado pela expulsão diante do Coritiba, quando insultou o árbitro do duelo.

Denilson já foi julgado pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) e levou um gancho de duas partidas. Como já cumpriu uma, teria que ficar fora de outro jogo, mas o clube conseguiu o efeito suspensivo que colocou o atleta em campo - justamente na partida em que se lesionou, contra o Atlético-PR.

O técnico já sabe que não poderá contar com Carlinhos Paraíba, julgado e suspenso nesta segunda pela expulsão contra o Santos, e Dagoberto, que levou o terceiro cartão amarelo no Sul. Além deles, Bruno Uvini, Fernandinho, Cañete e Luis Fabiano, todos lesionados, não têm previsão de volta. Luis Fabiano pode até voltar contra o Ceará, mas as chances são pequenas.