Justiça de Pernambuco decidiu declarar apenas o Sport como único campeão do Brasileirão de 1987

"O São Paulo nunca se posicionou a respeito disso". Essa foi a declaração do vice-presidente de futebol do clube, João Paulo de Jesus Lopes, quando foi informado que a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) teve que revogar o título do Campeonato Brasleiro de 1987 do Flamengo por conta de uma decisão judicial, reconhecendo o Sport Recife como único campeão daquele ano.

Siga o iG São Paulo no Twitter e receba as informações do time do Morumbi

"Essas questões de jurídico fogem do São Paulo à medida que o clube é legalista e acata as posições da justiça. Ele foi chamado pela Caixa Econômica Federal para receber a Taça das Bolinhas por ter ganhado cinco Brasileirões organizados pela CBF", disse o dirigente.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

O São Paulo recebeu uma intimação para que a Taça das Bolinhas seja devolvida para a Caixa. O clube paulista, porém, também entrou com uma ação na Justiça , de manutenção da posse da Taça das Bolinhas, que segue em seu poder.

Rogério Ceni, Juvenal Juvêncio e Zetti recebem a Taça das Bolinhas em 2011
AE
Rogério Ceni, Juvenal Juvêncio e Zetti recebem a Taça das Bolinhas em 2011
"Essa liminar era da justiça do Rio de Janeiro. Em São Paulo não tem nenhuma decisão nesse sentido. A nossa posição é essa. Nós acompanhamos a situação. Em nenhum momento se questionou os títulos do São Paulo. Existe uma discussão jurídica na CBF em relação ao Sport e o Flamengo. O São Paulo recebeu a taça e a mantém consigo", falou João Paulo.

Entenda o caso
Em 1987, Flamengo e Internacional foram campeão e vice, respectivamente, do módulo verde da Copa União, torneio organizado pelo Clube dos 13. Sport e Guarani ficaram em primeiro e segundo no amarelo. A CBF exigiu, na época, um quadrangular para a definição do título nacional.

O Clube dos 13 havia decidido antes do fim da competição que não disputaria esse quadrangular, pois a competição não havia sido organizada pela CBF. A polêmica se acentuou em 2007, depois da conquista do quinto título nacional do São Paulo, já que o clube pleiteou o recebimento da Taça das Bolinhas, que deveria ser entregue ao primeiro time que conquistasse cinco títulos nacionais.

No dia 14 de fevereiro, a Caixa Econômica Federal, dona do troféu, fez a entrega ao São Paulo. O Flamengo entrou na Justiça para que a Taça das Bolinhas não fosse entregue até a apreciação do seu pedido de reconhecimento entregue em abril do ano passado para a CBF, mas nem a liminar expedida pela Justiça impediu a cerimônia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.