Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

São Paulo recebe Santa Cruz com trabalho de Carpegiani sob risco

Nos bastidores do clube, há quem aposte na queda do treinador em caso de eliminação na Copa do Brasil

Levi Guimarães, iG São Paulo |

“Jogo ano”. A expressão, que poderia parecer exagerada em relação a uma partida ainda pela segunda fase da Copa do Brasil e contra uma equipe da Série D do Campeonato Brasileiro, foi a melhor encontrada pelos jogadores do São Paulo para definir o confronto desta noite com o Santa Cruz. E não à toa. Afinal, uma eliminação pode mudar os rumos do time na temporada 2011.

Fora da Copa Libertadores pela primeira vez desde 2003, o São Paulo deixou claro desde o início do ano que o torneio nacional seria seu principal objetivo no primeiro semestre. Além de ser um título inédito, conquistá-lo já garantiria o retorno à competição continental em 2012. E, assim, o trabalho no resto do ano, no Brasileirão e na Copa Sul-Americana, poderia se desenrolar com maior tranquilidade.

A derrota por 1 a 0 no jogo de ida no Recife, porém, ligou o alerta. Caso sofra um gol na partida de volta, a equipe precisará vencer por pelo menos 3 a 1, uma tarefa que aparece como bastante árdua caso a equipe pernambucana consiga repetir a dura marcação que apresentou na semana passada.

A classificação, portanto, antes dada como certa, hoje já não parece tão garantida, com o São Paulo podendo estar perto de um dos maiores vexames de sua história. Com isso, não será surpresa caso o técnico Paulo César Carpegiani balance no cargo em caso de eliminação. A expectativa nos bastidores do clube é de que, não avançando, o treinador no mínimo passe a ter a conquista do Campeonato Paulista como obrigação para se manter no cargo.

Dentro de campo, porém, os são-paulinos afirmam que a derrota no jogo de ida, mais do que trazer preocupação, “cutucou a onça com vara curta”. Por isso, eles prometem motivação máxima e sequer cogitam a possibilidade de não conseguirem a classificação. A palavra “crise” também está proibida.

“Nem passa pela cabeça a eliminação. Falar em crise seria exagerado. Também não seria o caso de dispensar o treinador. O Paulo vem fazendo um grande trabalho. O que ia aumentar seria a pressão para vencer o Paulista e o Brasileiro”, afirmou o zagueiro Alex Silva.

E se a partida aparece como fundamental para os rumos do São Paulo em 2011, Carpegiani resolveu tratá-la, de fato, como uma decisão. O treinador fechou para a imprensa o último treino coletivo na véspera do jogo e, com isso, provocou mistério em relação ao time titular que estará em campo.

O mais provável é que ele comece o jogo com a mesma escalação da partida contra o Mirassol no último domingo, apenas com a volta de Rhodolfo e Dagoberto, que estavam suspensos, nos lugares de Xandão e Willian José. Em relação ao primeiro jogo contra o Santa, as mudanças devem ser Casemiro e Carlinhos Paraíba nos lugares de Rodrigo Souto e Rivaldo.

Já a equipe pernambucana chega muito embalada para o confronto. Considerada zebra a uma semana, não apenas venceu o jogo de ida como também derrotou o rival Sport pelo Estadual no final de semana. O técnico Zé Teodoro fala em vontade e determinação para superar a qualidade técnica da equipe paulista.

“Vamos jogar dentro das nossas limitações, no erro do adversário e, quem sabe, fazer um gol no São Paulo para deixá-lo na obrigação de fazer três. Não podemos jogar só para se defender, mas vamos marcar mais do que no primeiro jogo. Na vontade e determinação, podemos superar a qualidade técnica do adversário, que é maior do que a nossa", disse.

A única alteração em relação ao time que venceu o primeiro jogo deve ser a entrada de André Oliveira na zaga, no lugar de Leandro Souza, que cumpre suspensão automática depois de ter sido expulso. Everton Sena, que praticamente anulou o meia Lucas com uma marcação individual, está escalado, só não sabe ainda se com a mesma função. “O Zé Teodoro ainda não me passou nada sobre a marcação para o jogo do São Paulo, mas eu estou preparado pra qualquer coisa", disse.

FICHA TÉCNICA - SÃO PAULO X SANTA CRUZ

Local: Arena Barueri, em Barueri (SP)
Data: 06 de abril de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Gutemberg de Paula Fonseca (Fifa/RJ)
Assistentes: Márcia Lopes Caetano (Fifa/RO) e Wagner de Almeida Santos (RJ)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Rhodolfo, Alex Silva, Miranda e Juan; Jean, Casemiro (Rivaldo), Carlinhos Paraíba e Lucas; Fernandinho e Dagoberto
Técnico: Paulo César Carpegiani

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; André Oliveira, Thiago Matias e Everton Sena; Cléber Goiano, Jeovânio, Weslley, Natan e Renatinho; Gilberto e Landu
Técnico: Zé Teodoro

Leia tudo sobre: são paulocopa do brasil 2011carpegianialex silva

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG