Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

São Paulo recebe alvará para realizar reforma no Morumbi

Além da cobertura da arquibancada, o projeto inclui a construção de um hotel anexo ao estádio e a ampliação do museu do clube

iG São Paulo |

nullO São Paulo recebeu o alvará da prefeitura para realizar uma grande reforma no estádio do Morumbi. Além da cobertura da arquibancada, o projeto ainda inclui a construção de um hotel anexo ao estádio, a ampliação do museu do clube e a criação de mais vagas para estacionamento.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

A parceria com a construtora Andrade Gutierrez, que será responsável pela obra, foi assinada em dezembro do ano passado. Segundo Juvenal Juvêncio, presidente do São Paulo, a reforma deve ser concluída em 18 meses. A principio, as obras devem ser iniciadas ainda este mês - o São Paulo espera continuar mandando seus jogos no estádio durante boa parte da reforma.

Veja também: Evolução de Rogério Ceni anima médicos do São Paulo

Com a cobertura concluída, o clube vai usar parte do estádio como arena multiuso para shows e eventos, com capacidade para 25 mil pessoas. Como a arena será aproveitada apenas atrás de um dos gols, o São Paulo poderá continuar mandando seus jogos no Morumbi mesmo quando tais eventos forem realizados.

Leia mais: São Paulo admite que volta de Fabrício contra o Mogi foi precipitada

O custo total da reforma está avaliado entre R$ 300 milhões e R$ 400 milhões. A cúpula são-paulina espera dobrar sua receita com o estádio após o término das obras. Atualmente, o clube do Morumbi tem lucro de cerca de R$ 20 milhões por ano com o estádio.

Sociedade com a construtora

O São Paulo e a Andrade Gutierrez assinaram uma modalidade de parceria conhecida como Sociedade de Propósito Específico (SPE). Com isso, além de ser responsável pelas obras, a empreiteira também terá autonomia para buscar novos parceiros.

Clube e parceira informam que as obras não contarão com aporte de dinheiro público, tampouco de dinheiro do caixa do clube. Os recursos para gerir o projeto será disponibilizado por novos parceiros-investidores. O retorno financeiro virá com a exploração do espaço (arena e hotel), além de projetos de marketing. Ao São Paulo caberá a "valorização de seu patrimônio", de acordo com nota oficial emitida pelo clube no ano passado.

Entre para a torcida virtual do São Paulo:

Leia tudo sobre: São PauloMorumbireformacoberturaAndrade Gutierrez

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG