Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

São Paulo prevê dificuldades nas quartas contra a Portuguesa

Rogério Ceni e Carpegiani destacam força do rival, último time a conseguir a classificação no Estadual

Levi Guimarães, iG São Paulo |

Após conquistar o primeiro lugar da fase de classificação do Campeonato Paulista com um empate diante do Oeste e a derrota do Palmeiras para a Ponte Preta, o discurso do São Paulo foi de valorização à Portuguesa, rival nas quartas-de-final do torneio estadual. O goleiro Rogério Ceni e o técnico Paulo César Carpegiani destacaram a dificuldade que esperam encontrar.

“Fiquei sabendo no vestiário que iríamos enfrentar a Portuguesa. Todos os jogos são difíceis. Caiu a Portuguesa para nós, um jogo que pode ser considerado um clássico. Mas um time que quer ser campeão não pode querer escolher quem vai enfrentar”, afirmou Carpegiani.

A partida contra o tradicional adversário acontece no próximo fim de semana, entre as duas partidas das oitavas-de-final da Copa do Brasil contra o Goiás. Mas agora, Carpegiani afirma que não há mais espaço para poupar jogadores. “Vamos escalar o que temos de melhor na quarta e também no domingo. Eu sempre disse que não ia priorizar um campeonato ou outro”.

Ceni seguiu o mesmo discurso do treinador. “Agora não podemos mais errar. Qualquer erro pode custar a continuidade no Campeonato, tanto no Paulista como na Copa do Brasil. [Confronto com a Portuguesa] vai ser o único clássico dessa fase decisiva. A Portuguesa é sempre complica, mas não temos escolha. O regulamento é esdrúxulo, mas temos de fazer o melhor para chegar à fina”, disse o goleiro, entre outras críticas à fórmula da competição.

Mesmo terminando a primeira fase como líder e com 23 pontos a mais que a oitava colocada Portuguesa, a única vantagem do São Paulo seria jogar em casa nas quartas-de-final. Contudo, o local da partida ainda está definido. Nesta segunda, será julgado o recurso do clube para tentar cancelar a punição de perda de mando de campo por conta de incidentes no clássico contra o Corinthians no dia 27 de março.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG