Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

São Paulo pode derrubar Tite mais uma vez, assim como fez em 2005

Comandante já está na lista das 15 demissões de treinadores corintianos registradas após derrotas no clássico paulista

Mário André Monteiro, iG São Paulo |

Gazeta Press
Daniel Passarella, uma das vítimas do São Paulo
Apesar da diretoria corintiana bancar Tite mesmo em caso de derrota para o São Paulo , nesta quarta-feira, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro , o fato é que o treinador alvinegro balança no cargo. A perda da liderança após 17 rodadas consecutivas, a pressão dos torcedores, que pedem a saída do comandante, e um eventual revés no clássico podem colocar o emprego do treinador em risco.

Siga o iG São Paulo no Twitter

E o São Paulo tem fama de derrubar técnicos corintianos após vencer clássicos. Ao longo dos anos, desde 1944, nada menos do que 15 demissões já foram registradas depois de triunfo tricolor, com 14 profissionais envolvidos. Um deles é o próprio Tite, que estará no comando alvinegro mais uma vez. Em 2005, o treinador perdeu o emprego depois de ver seu time cair diante do São Paulo por 1 a 0, pelo Paulistão.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

Sabendo desse histórico, os jogadores do São Paulo asseguram que não haverá qualquer tipo de remorso em aumentar a lista de técnicos corintianos demitidos. "Vamos jogar para vencer. Se vai cair o técnico ou não, é algo para a diretoria de lá resolver", avaliou o volante Casemiro. "Temos que pensar na gente aqui, no dia de hoje e na vitória", concordou o zagueiro Rhodolfo.

Veja baixo a lista completa das 15 demissões já registradas de técnicos corintianos após derrota em clássicos contra o São Paulo:

1º técnico : Joseph Tiger
Campeonato Paulista - 15 de outubro de 1944 (Pacaembu)
Corinthians 0 x 4 São Paulo
Vindo de seis vitórias seguidas, o Corinthians dependia de um triunfo contra o São Paulo para manter as chances de título no torneio estadual. Mas, com três gols de Pardal e outro de Luizinho, a equipe tricolor aplicou uma goleada que derrubou Tiger.

2º técnico : Alcides Aguiar
Taça Cidade de São Paulo - 1º de janeiro de 1946 (Pacaembu)
Corinthians 1 x 5 São Paulo
Barrios comandou a goleada são-paulina sobre o rival anotando dois gols, com Remo, Antoninho e Américo complatendo o elástico marcador. Aleixo fez para o Corinthians. A qualidade do elenco tricolor prevaleceu e a derrota acachapante não segurou Alcides.

3º técnico : Rato
Torneio Rio-São Paulo - 03 de julho de 1954 (Pacaembu)
Corinthians 0 x 1 São Paulo
Haroldo foi o autor do gol, já no final do segundo tempo da partida, que culminou na demissão de mais um treinador do Corinthians. O jogador são-paulino fez seu tento sobre o ótimo goleiro Gilmar dos Santos Neves.

4º técnico : Oswaldo Brandão
Campeonato Paulista - 29 de dezembro de 1957 (Pacaembu)
São Paulo 3 x 1 Corinthians
Oswaldo Brandão substituiu Rato, que caiu depois de perder do São Paulo, e ficou por três anos no Corinthians. Mas assim como seu antecessor, foi demitido depois de perder para o rival paulista. Amauri, Canhoteiro e Maurinho fizeram os gols da vitória e do título estadual tricolor daquele ano.

Gazeta Press
Daniel Passarella, uma das vítimas do São Paulo
5º técnico : João Lima
Torneio Rio-São Paulo - 22 de março de 1961 (Pacaembu)
Corinthians 2 x 3 São Paulo
A equipe alvinegra já vinha de uma goleada sofrida diante do Noroeste, em amistoso, e depois de perder para o São Paulo, a situação de João Lima ficou insustentável. A diretoria corintiana não teve dúvidas e mandou o treinador embora.

6º técnico : Dino Sani
Campeonato Paulista - 13 de setembro de 1970 (Pacaembu)
São Paulo 1 x 0 Corinthians
Depois de quase dez anos sem demitir um treinador corintiano, a "rotina" voltou em 70. Já campeão, o São Paulo recebeu o Corinthians para o jogo das faixas, venceu com gol de Paraná e derrubou mais um comandante do arquirrival.

7º técnico : Dino Sani (2ª vez)
Campeonato Paulista - 10 de agosto de 1975 (Morumbi)
Corinthians 1 x 2 São Paulo
Depois de ser demitido cinco anos antes após uma derrota para os são-paulinos, Dino Sani voltou a perder o emprego, novamente em revés para o rival. Serginho Chulapa fez os dois gols tricolores no duelo, com Cláudio Marques descontando para o alvinegro.

8º técnico : Julinho
Campeonato Paulista - 25 de outubro de 1981 (Morumbi)
São Paulo 2 x 0 Corinthians
O jogo foi válido pela semifinal do estadual daquele ano, e o São Paulo venceu o Corinthians com gols de Serginho Chulapa e Everton. Julinho caiu no alvinegro e viu o São Paulo ficar com o título na decisão.

9º técnico : Cilinho
Campeonato Paulista - 15 de dezembro de 1991 (Morumbi)
Corinthians 0 x 0 São Paulo
Esta foi a única demissão que não veio com derrota. Mesmo assim, o empate sem gols custou ao Corinthians o título do Paulistão, já que no jogo de ida da final o São Paulo havia feito 3 a 0, três gols do meio-campista Raí.

10º técnico : Júnior
Campeonato Brasileiro - 12 de outubro de 2003 (Morumbi)
São Paulo 3 x 0 Corinthians
Júnior estava há poucos jogos no cargo e vinha de uma derrota de 3 a 0 para o São Caetano. O revés pelo mesmo placar diante do São Paulo foi o que bastou para sua demissão. Diego Tardelli, Carlos Alberto e Fábio Simplício, de calcanhar, foram os algozes.

11º técnico : Juninho Fonseca
Campeonato Paulista - 15 de fevereiro de 2004 (Morumbi)
São Paulo 1 x 0 Corinthians
Sucessor de Júnior no comando técnico, Juninho também não resistiu depois de perder para o São Paulo. O Corinthians precisava da vitória para afastar o perigo do rebaixamento no torneio estadual, mas foi derrotado com gol do zagueiro Fabão.

12º técnico : Tite
Campeonato Paulista - 27 de fevereiro de 2005 (Morumbi)
São Paulo 1 x 0 Corinthians
Um gol de Danilo (hoje no Corinthians) e um pênalti desperdiçado pelo lateral direito Coelho, já nos últimos minutos do jogo, foram determinantes para a queda de Tite, que está de novo no comando do Corinthians e pode viver o mesmo pesadelo de seis anos atrás.

Gazeta Press
Daniel Passarella, uma das vítimas do São Paulo
13º técnico : Daniel Passarella
Campeonato Brasileiro - 08 de maio de 2005 (Pacaembu)
Corinthians 1 x 5 São Paulo
Pela primeira vez, dois técnicos caíram em um só ano. Nem Tevez, nem Carlos Alberto e muito menos Roger foram suficientes para evitar o vexame. Com dois gols de Luizão, Rogério Ceni, Danilo e Cicinho, o São Paulo fez a festa no Pacaembu, para ira da torcida corintiana, que ameaçou invadir o gramado.

14º técnico : Antônio Lopes
Campeonato Paulista - 12 de março de 2006 (Pacaembu)
São Paulo 2 x 1 Corinthians
O Corinthians perdeu mais um técnico depois de ver o meio-campista Danilo marcando pelo São Paulo. Foi o 3º gol do jogador em partidas que tiveram demissão de comandantes alvinegros. O "delegado" foi quem pagou o pato.

15º técnico : Ademar Braga
Campeonato Brasileiro - 07 de maio de 2006 (Santa Cruz)
Corinthians 1 x 3 São Paulo
O atacante Nilmar abriu o placar, mas Souza, Alex Dias e Lenílson garantiram a vitória são-paulina no interior paulista. O inexperiente treinador, que havia assumido a equipe semanas antes, não resistiu ao revés contra o rival.

Leia tudo sobre: São PauloBrasileirão 2011CorinthiansTite

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG