Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

São Paulo perde pênalti, mas bate Mirassol e assume liderança

Placar mínimo faz o time do Morumbi chegar aos 34 pontos e superar o Corinthans no saldo de gols

Gazeta |

O São Paulo aproveitou a oportunidade proporcionada pela derrota do Palmeiras para o Corinthians e alcançou a liderança do Campeonato Paulista ao bater o Mirassol por 1 a 0, neste domingo, fora de casa. O único gol da partida foi anotado de cabeça pelo zagueiro Rhodolfo, aos 18 minutos do segundo tempo.

Deixe seu recado e comente esta matéria com outros torcedores

Sem contar com o atacante Luis Fabiano, que foi vetado devido a um edema na coxa esquerda, o São Paulo criou boas chances no primeiro tempo, mas não soube concluir bem ao gol. Na etapa final a equipe ainda desperdiçou um pênalti com Willian José, mas conseguiu a vantagem mínima após falta cobrada por Jadson, que foi substituído por Maicon pouco depois.

VEJA MAIS: Em três minutos, Corinthians acaba com invencibilidade do Palmeiras
E AINDA: Valdivia diz que Palmeiras começou o segundo tempo com sono

Com esse resultado o clube foi aos 34 pontos, mesmo número do Corinthians, mas está à frente do rival por levar vantagem no saldo de gols. Já o Mirassol permaneceu com 18 pontos, cinco atrás do G-8, e vê a cada rodada as suas chances de classificação para as quartas de final diminuírem.

As duas equipes voltam a atuar pelo Campeonato Paulista nos próximos dias. Na próxima quarta-feira o Mirassol atua novamente em casa diante do Bragantino. Um dia depois, o São Paulo atua na Arena Barueri diante do Catanduvense, time que luta contra o rebaixamento para a Série A2 do Estadual.

O jogo

A partida começou movimentada, com as duas equipes chegando bem ao ataque. Pelo São Paulo, Jadson teve três oportunidades para marcar antes dos quinze minutos, mas não foi bem nas finalizações. Logo aos dois minutos, o jogador pegou sobra de escanteio e bateu pela rede pelo lado de fora. Sempre servido por Lucas , o meia ainda cabeceou uma bola por cima do gol e tentou passe para Willian José quando podia ter batido chutado.

Confira a classificação do Campeonato Paulista

Pelo Mirassol, o volante Sérgio Manoel apareceu bem nos primeiros minutos do confronto e participou de duas boas jogadas da equipe da casa. Na primeira delas, ele chutou rasteiro de perna canhota e Denis fez a defesa. Posteriormente, o meio-campista cruzou na cabeça de Preto, mas o atacante finalizou em cima do goleiro Denis.

CONFIRA TAMBÉM: Na Vila Belmiro, santos faz dever de casa contra o Bragantino

Ainda devendo uma boa apresentação pelo São Paulo, Jadson seguiu sendo lançado pelos seus companheiros, mas não conseguiu concluir bem as jogadas. Em jogada pelo lado direito da grande área, o meia pediu pênalti após dividir com um zagueiro do Mirassol, mas a arbitragem mandou o lance seguir.

Sem conseguir finalizar bem as chances criadas, o São Paulo ainda viu o time da casa chegar com perigo e quase abrir o placar aos 28 minutos. No lance, Henrique Dias foi lançado pela esquerda e rolou para Xuxa bater para o gol. Para sorte do Tricolor, a bola desviou no zagueiro Rhodolfo e, em seguida, ainda foi jogada para fora pelo Mirassol.

AE
Lucas disputa bola contra jogador do Mirassol.

Como Jadson não conseguia armar o São Paulo, Cícero teve que sair um pouco mais para o ataque e conseguiu fazer bons lançamentos nos dois lados do campo. Foi também com o versátil jogador que os visitantes tiveram a última chance do primeiro tempo, em chute de fora da área que passou à direita da meta de Fernando Leal.

Na volta para o segundo tempo o técnico Emerson Leão deu maior poder ofensivo ao São Paulo ao colocar Fernandinho no lugar de Casemiro. A troca poderia ter resultado na abertura do placar já aos oito minutos, quando o atacante invadiu a área e foi derrubado pelo goleiro Fernando Leal. No entanto, Willian José desperdiçou a cobrança e mandou a bola na trave.

AE
Rhodolfo fez o gol que valeu a liderança do Paulista ao São Paulo

O desperdício de sua melhor oportunidade não abalou o São Paulo, que anotou o seu primeiro gol pouco depois, aos 18 minutos da etapa final. Após cobrança de falta do contestado Jadson, o zagueiro Rhodolfo subiu livre de marcação e desviou de cabeça para o fundo das redes.

Pouco após o gol, Lucas lutou pela bola na ponta direita, driblou dois marcadores e quase fez um golaço, mas Fernando Leal conseguiu fazer boa defesa e mandar a bola para a linha de fundo. Depois dessa jogada o Tricolor não assustou mais o arqueiro adversário, mas soube manter o resultado que o levou à liderança do Estadual.

FICHA TÉCNICA
MIRASSOL 0 X 1 SÃO PAULO

Local: Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol (SP)
Data: 25 de março de 2012, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Vanderlei Martinucho (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Mauro André de Freitas (ambos de SP)
Assistentes adicionais: Fabio de Jesus Volpato Mendes e Cássio Luiz Zancopé (ambos de SP)
Cartões amarelos: Sérgio Manoel, Alex Silva, Xuxa, Eric, Fernando Leal, Acleisson e Gilsinho (Mirassol); Casemiro, Piris e Maicon (São Paulo)

Gol:
SÃO PAULO: Rhodolfo, aos 18 minutos do segundo tempo

MIRASSOL: Fernando Leal; Eric (Samuel), Igor, Matheus e Willian Simões; Alex Silva (Gilsinho), Sérgio Manoel (Malaquias), Acleisson e Xuxa; Preto e Henrique Dias
Técnico: Ivan Baitello

SÃO PAULO: Denis; Piris, Paulo Miranda, Rhodolfo e Cortez; Denilson. Casemiro (Fernandinho), Cícero e Jadson (Maicon); Lucas (Osvaldo) e Willian José
Técnico: Emerson Leão

Leia tudo sobre: campeonato paulista 2012são paulomirassol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG