Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

São Paulo mostra poder de reação, mas empata com o Bragantino

Após sair perdendo por 2 a 0, São Paulo consegue virar o jogo e sofre o empate um minuto depois

João Pontes, iG São Paulo |

Gazeta Press
Fernandinho não marcou, mas deu trabalho para a defesa do Bragantino
Em uma das melhores partidas da atual edição do Campeonato Paulista, Bragantino e São Paulo empataram por 3 a 3, nesta quinta-feira, no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

Leia mais: Rogério Ceni é recebido por Valdés e Daniel Alves no Barcelona

Após o time da casa abrir 2 a 0 no começo do jogo, o São Paulo deixou tudo igual ainda na primeira etapa e virou aos 14 minutos do segundo tempo. No entanto, apenas um minuto depois, a equipe do técnico Marcelo Veiga marcou o gol de empate.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Agora, no próximo domingo, o São Paulo enfrenta o Palmeiras, em Presidente Prudente, pela décima rodada do Campeonato Paulista. Já o Bragantino, também no domingo, joga fora de casa contra o Catanduvense.

O jogo
Sem Willian José, suspenso, e Luis Fabiano, machucado, o técnico Emerson Leão promoveu a entrada de Fernandinho e improvisou o meia Cícero como homem de referência no ataque. Devido à lesão de Wellington, Fabrício, enfim, disputou a primeira partida pelo São Paulo e entrou em campo no time titular.

Atuando em casa, o time de Bragança Paulista começou melhor no jogo e abriu o placar logo aos oito minutos. Após cobrança de escanteio, Denis saiu mal do gol e Giancarlo completou de coxa: 1 a 0.

Veja fotos dos jogos de Corinthians e São Paulo nesta quarta-feira:

Animado com a vantagem, o Bragantino quase ampliou aos 12. Em rápido contra-ataque armado por Romarinho, Fernando Gabriel recebeu e chutou no canto para boa defesa do goleiro do São Paulo. Aos 20 minutos, o São Paulo respondeu. Cortez fez bela jogada pela esquerda, entortou a marcação e cruzou na medida para Fernandinho, que testou para fora.

Com apenas 23 minutos de jogo, o volante Fabrício sentiu lesão na panturrilha esquerda e foi sacado para a entrada de Casemiro. No minuto seguinte em outra jogada de velocidade do Bragantino, Romarinho cruzou rasteiro e Fernando Gabriel , de primeira, quase na entrada da pequena área, fez o segundo gol da partida.

Confira ainda: Com Roberto Justus à frente, São Paulo espera fechar patrocínio

Após o gol, o São Paulo foi para cima. Aos 27, o árbitro Guilherme Ceretta de Lima assinalou pênalti duvidoso do goleiro Rafael Santos em Jadson. Na cobrança, o camisa 10, contratação mais cara da equipe na temporada, bateu no canto e marcou seu primeiro gol pelo clube do Morumbi: 2 a 1.

Gazeta Press
Jadson comemora o gol de pênalti, o seu primeiro pelo São Paulo
Apenas oito minutos depois, os comandados do técnico Emerson Leão conseguiram deixar tudo igual. Jadson lançou Fernandinho, o atacante bateu cruzado e Cícero só teve o trabalho de empurrar para dentro: 2 a 2.

E mais: São Paulo confirma que Wellington terá joelho operado

“Infelizmente nossa equipe tomou dois gols no começo do jogo. Ainda bem que conseguimos acertar e buscar o empate”, comentou Jadson, na saída para o intervalo.

No segundo tempo, as duas equipes seguiram buscando o ataque. Aos nove minutos, em cobrança de falta, Jadson exigiu boa defesa de Rafael Santos.

Aos 14, Cícero soltou a bomba de fora da área, a bola fez uma curva e enganou o goleiro antes de morrer no fundo da rede: 3 a 2. Enquanto a torcida do São Paulo ainda comemorava o gol da virada, Piris saiu jogando errado, Fernando Gabriel aproveitou, cruzou na área e Romarinho,na pequena área, testou no gol: 3 a 3.

O São Paulo ainda criou outra chance para marcar o quarto aos 25. Cícero recebeu de Jadson, limpou para a perna esquerda e acertou o travessão. Depois, no fim do jogo, o time da casa ficou fechado na marcação e segurou o empate.


FICHA TÉCNICA – BRAGANTINO 3 X 3 SÃO PAULO
Local: Estádio Nabi Abi Chedid, Bragança Paulista (SP)
Data: 22 de fevereiro de 2012, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima
Assistentes: Marcio Luiz Augusto (SP) e Daniel Luis Marques (SP)
Cartões amarelos: Rafael Santos, Junior Lopes, Cambará, Diego Paulista e Giancarlo (Bragantino); Denílson e Jadson (São Paulo)
Gols: Giancarlo aos 8, Fernando Gabriel aos 24, Jadson aos 27 e Cícero aos 35 do 1º tempo; Cícero aos 14 e Romarinho aos 15

BRAGANTINO: Rafael Santos; Junior Lopes (Patrick), Astorga, Luis Henrique; Vitor Ferraz, Serginho, Cambará, Fernando Gabriel (Diego Paulista) e Léo Jaime; Romarinho e Giancarlo
Técnico: Marcelo Veiga

SÃO PAULO: Denis, Piris, Rhodolfo, Edson Silva e Cortez; Fabrício (Casemiro), Denilson, Lucas, Jadson e Fernandinho; Cícero
Técnico: Emerson Leão

Leia tudo sobre: São Paulopaulistão 2012bragantino

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG