Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

São Paulo joga o suficiente e estreia com vitória no Paulistão

Rogério Ceni marcou de pênalti o primeiro da equipe. Marcelinho Paraíba decretou o placar de 2 a 0

Gazeta |

nullNeste domingo, o São Paulo derrotou o Mogi Mirim por 2 a 0 e, apesar da falta de entrosamento e do cansaço precoce, mostrou um futebol regular. Destaque para o lado esquerdo do Tricolor, formado pelo recém-contratado Juan, Carlinhos Paraíba e Fernandinho. O trio criou a maioria das oportunidades da equipe do Morumbi e deu mostras de que poderá deslanchar no decorrer da competição.

Mesmo com as expectativas, o técnico Antonio Carlos Zago não pôde contar com o 'presidente-jogador' Rivaldo, que não conseguiu a regularização da Fifa. Por se tratar de uma transação internacional (o pentacampeão estava no Bunyodkor, do Uzbequistão), o Mogi Mirim teve apenas um dia para despachar a papelada - o prazo foi aberto no sábado -, mas não obteve êxito. Desta forma, coube ao veterano Paulo Isidoro, no auge de seus 37 anos, liderar o time interiorano.

Pelos lados do São Paulo, a novidade foi a reestreia do lateral esquerdo Juan. O atleta, que estava no Flamengo, foi revelado no Morumbi e retornou à sua 'casa' nesta temporada. No comando de ataque, o técnico Paulo César Carpegiani optou por Mazola e Fernandinho. Outra aposta no Tricolor foi a escalação de Jean na lateral direita e Ilsinho no meio de campo.

nullO jogo

Logo aos dois minutos, o São Paulo tabelou pela esquerda e Juan descolou cruzamento. Na área, o zagueiro Tiago Alves tentou dominar e acabou usando o braço. Pênalti para o Tricolor. Rogério Ceni cobrou e anotou o 94º gol na carreira, o 43º convertido da marca da cal. O São Paulo, carente de títulos estaduais desde 2005, iniciou o Paulistão 2011 de forma fulminante.

Mesmo com o gol, o São Paulo continuou partindo pra cima, principalmente pelo lado esquerdo do campo. Em uma destas investidas, o lateral esquerdo Juan cortou para o meio e chutou de direita. Mas a bola acabou subindo demais.

Voltando de férias, o ritmo dos visitantes acabou diminuindo, ao mesmo tempo em que o Mogi apertou a marcação. Contudo a equipe da capital mostrou-se eficaz na troca de passes e, aos 31 minutos, Ilsinho recebeu dentro da área, cortou o zagueiro e chutou forte. Boa defesa do goleiro João Paulo.

Já nos acréscimos, outra boa trama do São Paulo. Após contragolpe puxado por Juan, Ilsinho recebeu e encontrou o próprio lateral dentro da área. Juan emendou, porém parou na defesa do arqueiro adversário.

Nos 45 minutos finais, a toada do embate foi bem mais burocrática. Castigados pelo sol do interior paulista, os times passaram a tocar mais a bola. O São Paulo adotou uma postura mais defensiva, ao contrário do Mogi, que partiu pra cima em busca do empate, sobretudo com chutes de longa distância. 

Rogério Ceni, o herói da tarde, segurou todas as batidas e assegurou os primeiros três pontos da temporada, na qual o clube - acostumado a competir a Libertadores da América - disputará o Paulistão e a Copa do Brasil no primeiro semestre. Minutos antes do apito final, Fernandinho bateu por cobertura e Marcelinho Paraíba concluiu, de cabeça, para liquidar o duelo. Foi o tento de número 50 do meio-campista com a camisa tricolor.

Na próxima rodada, o Tricolor do Morumbi receberá o estreante São Bernardo. Já o Sapão da Mogiana buscará o primeiro triunfo no Paulistão contra a Ponte Preta, em Campinas.

Futura
Lateral Carlinhos Paraíba foi um dos destaques do São Paulo na estreia vitoriosa no Paulistão
FICHA TÉCNICA
MOGI MIRIM 0 X 2 SÃO PAULO

Local: Estádio Romildo Vitor G. Ferreira, em Mogi Mirim (SP)
Data: 16 de janeiro de 2011, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Maria Eliza Correia Barbosa
Assistentes adicionais: Robinson José Andréa de Góes e Marcio Henrique de Góis
Cartões amarelos: Tiago Alves (Mogi Mirim); Cléber Santana e Carlinhos Paraíba (São Paulo)

GOLS: SÃO PAULO: Rogério Ceni, aos 4 minutos do primeiro tempo, e Marcelinho Paraíba, aos 41 minutos do segundo tempo

MOGI MIRIM: João Paulo; Niel, Thiago Alves, Audálio e João Paulo Gomes; Val, Baraka, Paulo Isidoro (Geovane) e Bruno de Jesus (Léo Paraíba); Ricardinho (Paraíba) e Roberto Jacaré
Técnico: Antônio Carlos Zago

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Jean, Alex Silva, Miranda e Juan; Rodrigo Souto, Carlinhos Paraíba, Cleber Santana (Marcelinho Paraíba) e Ilsinho (Renato Silva); Fernandinho e Mazola (Dagoberto)
Técnico: Paulo César Carpegiani
 

Leia tudo sobre: São PauloMogi MirimCampeonato Paulista

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG