Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

São Paulo empata e faz Atlético-GO levar desespero para última rodada

Depois do 1 a 1, time goiano decidirá último rebaixado para a Série B no confronto direto contra o Vitória, jogando pelo empate em Salvador. Assista aos gols no vídeo abaixo

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854213502&_c_=MiGComponente_C

Depois de complicar o arquirrival Corinthians ao perder para o Fluminense na última rodada, o São Paulo prejudicou outra equipe no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o time, que não tem mais pretensões na competição, empatou por 1 a 1 com o Atlético-GO e manteve as chances de rebaixamento da equipe goiana, que levará o desespero até a última rodada.

O gol do Tricolor Paulista foi anotado por Rogério Ceni, em cobrança de pênalti. O placar mantém o time na 9ª colocação, com 52 pontos. O time termina de cumprir tabela no próximo domingo, às 19 horas (de Brasília), quando recebe o Atlético-MG no Morumbi, em São Paulo. A equipe mineira já se salvou do rebaixamento e também entrará em campo sem pretensões.

O Atlético-GO, que conseguiu empatar com Elias, é 16º colocado, com 41 pontos. A equipe só não está na zona da degola porque leva vantagem nos critérios de desempate frente ao Vitória, adversário da última rodada. O duelo que definirá qual dos times permanecerá na Série A em 2011 será realizado às 17 horas (de Brasília) do próximo domingo, no Barradão.



O jogo
O São Paulo entrou em campo sem maiores pretensões e, no primeiro tempo, teve de aguentar pesadas investidas do Atlético-GO. Na fuga da zona de rebaixamento, a equipe pressionou, mas não teve qualidade ofensiva para inaugurar o marcador. A primeira boa investida foi do Tricolor Paulista: aos 12 minutos, Lucas bateu com perigo da entrada da área.

Aos 20 minutos, Robston bateu com força e obrigou Rogério Ceni a fazer uma grande defesa. Três minutos depois, Renatinho recebeu passe no miolo da área e bateu com força, mas acertou Jean. A bola desviou e passou por cima do gol, salvando o São Paulo. Ceni voltou a aparecer bem aos 28, em outra finalização de Robston. A pressão não deu resultado, no entanto.

O Atlético-GO sofreu um baque logo no início do segundo tempo, quando a expectativa era de que a insistência premiasse seu setor ofensivo. Lucas recebeu dentro da área e Agenor fez carga no atleta, o que foi entendido pelo árbitro como pênalti. Rogério Ceni cobrou com precisão no canto esquerdo de Márcio, que acertou o lado, mas não conseguiu se esticar e fazer a defesa.

À frente no marcador, o São Paulo tentou se arriscar menos ao ataque, mas acabou cedendo espaço para o aumento da pressão do anfitrião. Aos 20 minutos, a equipe finalmente conseguiu o empate: Elias recebeu lançamento pela direita do ataque, invadiu a área e bateu rasteiro na saída de Rogério Ceni. Então, a equipe se atirou para cima do visitante no Serra Dourada.

Mesmo contando com as arquibancadas lotadas, o Dragão não teve fôlego para buscar a vitória. O time voltou a ameaçar em forte chute de Agenor da entrada da área, mas Rogério defendeu com firmeza. Resta à equipe se preparar para a decisão contra o Vitória, no próximo domingo. O Tricolor apenas cumpre tabela no Brasileirão, sem grandes expectativas.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 1 x 1 SÃO PAULO

Local:
Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 28 de novembro de 2010, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)
Assistentes: Paulo Ricardo Silva Conceição e José Javel Silveira (ambos de RS)
Cartões Amarelos: Agenor (Atlético-GO); Alex Silva e Cléber Santana (São Paulo)

GOLS: Atlético-GO: Elias, aos 18 minutos do segundo tempo
São Paulo: Rogério Ceni, aos 8 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-GO: Márcio; Adriano (Pedro Paulo), Gilson, Welton Felipe e William; Robston, Agenor, Pituca e Renatinho (Anaílson); Elias e Marcão (Diogo Galvão)
Técnico: René Simões

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Renato Silva, Alex Silva e Samuel; Jean, Casemiro (Zé Vítor), Cleber Santana, Lucas e Carlinhos Paraíba (Bruno Uvini); Marlos e Lucas Gaúcho (Jorge Wagner)
Técnico: Paulo César Carpegiani

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG