Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

São Paulo empata com o Guarani e deixa o Corinthians à frente

Atacante Willian José encerra longo jejum sem marcar, mas não garante a vitória para o clube do Morumbi

João Pontes, iG São Paulo |

Sem Luís Fabiano, machucado, e Jadson, ainda aprimorando a forma física, o São Paulo perdeu a chance de retomar a liderança do Campeonato Paulista. Nesta quinta-feira, no Morumbi, a equipe da casa empatou com o Guarani por 1 a 1. Com o resultado, o time do técnico Emerson Leão terminou a rodada na vice-liderança, dois pontos atrás do arquirrival Corinthians (12 a 10).

Mais Paulistão: Titulares estreiam, mas Santos não muda rotina e só empata

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Agora, pela quinta rodada do Campeonato Paulista, o São Paulo enfrenta a Ponte Preta, no próximo domingo, às 19h30 (horário de Brasília), em Campinas. A partida deve marcar a estreia do meia Jadson, principal reforço da equipe na temporada. Também no domingo, o Guarani encara o São Caetano, às 19h30, no Anacleto Campanela.

O jogo

Mesmo atuando longe de casa, o time de Campinas mostrou personalidade e começou a partida buscando o ataque. Logo no primeiro minuto, Danilo recebeu pela esquerda e cruzou na segunda trave. Ligado no lance, Fumagalli pegou de primeira e abriu o placar, sem chances para o goleiro Denis.

Apesar do gol, o Guarani quase ampliou aos oito minutos. Fumagalli, mais uma vez, arriscou, mas a bola ficou na marcação. Na sobra, Fabinho chutou para fora.

Leia também: Novato desponta como líder no São Paulo

Com o susto, o São Paulo entrou no jogo e foi para cima. Aos 16, Lucas fez boa jogada, passou por dois marcadores e sofreu falta na entrada da área. Na cobrança, o camisa 7 acertou a barreira.

Após criar outras duas oportunidades, o time do Morumbi empatou aos 37 minutos. O zagueiro Rhodolfo levantou na área, Willian José testou no canto e o goleiro Emerson fez grande defesa. Porém, no rebote, o camisa 19 empurrou para dentro e encerrou um longo jejum de 349 dias sem balançar a rede.

“Infelizmente sofremos o gol no começo do jogo. Agora, precisamos finalizar mais para conseguir virar”, analisou o zagueiro são-paulino Rhodolfo, na saída para o vestiário.

Durante o segundo tempo, o Guarani repetiu a estratégia da primeira etapa. Na primeira jogada de ataque, Bruno Recife, completamente livre, recebeu quase na pequena área e chutou para fora. Aos cinco minutos, foi a vez de Ronaldo perder boa oportunidade.

Veja ainda: Diretoria do São Paulo encerra negociação com atacante Nilmar

Insatisfeito com o desempenho do São Paulo, o técnico Emerson Leão resolveu mexer no time. Aos 13 minutos, ele fez duas substituições: Maicon e Rafinha entraram nas vagas de Willian José e Casemiro.

Logo após as substituições o São Paulo quase marcou o segundo gol. Lucas cruzou, Rhodolfo bateu de primeira e o goleiro do Guarani, no reflexo, mandou para fora. Dez minutos depois, Leão sacou Fernandinho e promoveu a estreia do jovem atacante Ademílson.

Na melhor chance do São Paulo na etapa final, aos 33, o meia Maicon arriscou a bomba delonga distância e acertou o travessão. Depois,nos minutos finais da partida, o Guarani ficou fechado na defesa e conseguiu segurar o ataque do time da casa.

FICHA TÉCNICA - SÃO PAULO 1 X 1 GUARANI
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 2 de fevereiro de 2012, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Cássio Luiz Zancopé (SP)
Assistentes: Maurício Machado Ferronato (SP) e Leandro Almeida dos Santos (SP)
Cartões Amarelos: Wellington (São Paulo); Danilo Sacramento e Domingos (Guarani)
Renda: R$ 229,965,00
Público: 9.407 pagantes
Gols:
Guarani: Fumagalli, a 1 minuto do primeiro tempo
São Paulo: Willian José, aos 37 do primeiro tempo

SÃO PAULO: Denis; Piris, Paulo Miranda, Rhodolfo e Bruno Cortês; Casemiro (Rafinha), Wellington, Cícero e Lucas; Willian José (Maicon) e Fernandinho (Ademílson)
Técnico: Emerson Leão

GUARANI: Emerson; Oziel, Domingos, André Leone (Neto) e Bruno Recife; Wellington Monteiro, Fábio Bahia, Danilo Sacramento e Fumagalli (Bruno Peres); Fabinho Souza (Valdo) e Ronaldo
Técnico: Oswaldo Alvarez (Vadão)

Leia tudo sobre: São PauloCampeonato Paulista 2012Guarani

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG