Auditores do STJD aplicaram a mesma pena utilizada recentemente em caso semelhante envolvendo o Palmeiras

O STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) multou o São Paulo em R$ 3 mil pela atitude de um torcedor, que estava nas arquibancadas descobertas do Morumbi e direcionou um raio laser ao campo durante o empate por 2 a 2 com o Atlético-GO , em 23 de julho, pelo Campeonato Brasileiro.

A punição foi decidida em julgamento realizado na noite desta terça-feira. A maioria dos votos dos auditores que analisaram o caso optou por aplicar no São Paulo a mesma pena utilizada recentemente em caso semelhante envolvendo o Palmeiras .

O problema foi relatado pelo árbitro Alício Pena Júnior na súmula. "Informo que em duas oportunidades paralisei a partida para comunicar ao policiamento, que da arquibancada descoberta, onde se encontravam torcedores da equipe do São Paulo FC, foi direcionado ao gramado luz de laser", escreveu Alicio.

O departamento jurídico são-paulino não conseguiu a absolvição ou punição menor ao clube alegando que é "praticamente impossível" encontrar o responsável por direcionar o laser. O relator do caso e mais dois auditores votaram pela multa de R$ 3 mil, enquanto outros dois acharam mais coerente a obrigação do pagamento de R$ 1 mil.

O direcionamento de raio laser ao campo ocasiona denúncia com base no artigo 213 I do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) por "deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens em sua praça de desporto".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.