Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

São Paulo e Corinthians lideram estatísticas de passes certos

Rivais do domingo se notabilizam pelo jogo no chão, à base do toque de bola

Bruno Winckler e Levi Guimarães, iG São Paulo |

O clássico entre São Paulo e Corinthians reunirá não só dois grandes rivais do Estado, como também as duas equipes que apresentam o melhor desempenho em um dos fundamentos mais primordiais do futebol: o passe. De acordo com números do FootStats, os rivais da partida de domingo têm o melhor índice de acerto no passe do Paulistão de 2011. E isso se explica pela forma que as duas equipes têm jogado neste ano.

AE
Morais ganhou espaço no Corinthians por precisão nos passes

Tanto São Paulo como Corinthians se notabilizam por terem um meio campo leve, com volantes que não são “brucutus”. O Corinthians, com Morais, e o São Paulo, com Lucas, como homens criativos, raramente chegam ao ataque à base do “chutão”.

“Encontramos uma forma de forma muito interessante, com jogadores de velocidade e de movimentação, que giram a bola, tocam a bola, sem desespero, sempre para frente”, diz o técnico Tite.

Lucas não defende o São Paulo no clássico já que foi convocado para a seleção brasileira. Nem por isso o jeito de o time de Paulo César Carpegiani mudará para o clássico. É como avaliam os próprios são-paulinos. “O Lucas faz falta claro, pelo jogador que é, mas no jogo contra o Paulista não teve tanto problema, fizemos gol, criamos, mas tomamos três, coisa que não estávamos acostumados. O número de ataques foi normal. O Lucas sempre faz falta, mas nesse último jogo não foi o suficiente pra dizer que isso acarretou a derrota”, disse o volante Jean.

O São Paulo lidera as estatísticas de passes por partida neste Paulistão. O time já tentou realizar, no total, 5620 passes. Acertou 5133, o que lhe garante um aproveitamento de 91,3%. O Corinthians fica um pouco atrás. Tentou 5258 passes e acertou 4749, ou 89,3%.

A preferência pelo jogo no chão dos rivais de domingo fica evidenciada na forma como os dois times chegaram a maioria dos seus gols neste Estadual. O Corinthians fez apenas três, dos seus 29, de cabeça. Jorge Henrique, Liedson e Paulinho aproveitaram as chances que tiveram contra Bragantino, Linense e Oeste.

No São Paulo, que ficou marcado por um longo período pelo abuso das jogadas aéreas treinadas por Muricy Ramalho fez apenas seis, dos seus 31 gols, em cruzamentos na aérea.

“O São Paulo está com uma postura muito agressiva. Joga com muita velocidade, varia muito as posições dos seus atacantes, girando a bola o tempo todo. Estão encontrando uma boa forma de jogar e nós precisamos estar atentos”, comentou o técnico Tite.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG