Miranda está de saída, Alex Silva também pode não renovar e opções disponíveis não parecem suficientes

Começando o Campeonato Brasileiro 2011 muito pressionado após a crise gerada pela eliminação na Copa do Brasil , o técnico Paulo César Carpegiani terá uma difícil missão para fazer o São Paulo retomar o rumo das vitórias: remontar a defesa da equipe paulista, uma das melhores do país nas últimas temporadas e que agora pode perder os últimos remanescentes da era vitoriosa de 2005 a 2008.

Siga o iG São Paulo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Dos campeões mundiais e da Libertadores em 2005, todos já saíram. A defesa que bateu o Liverpool no Japão era formada por Fabão , Edcarlos e o uruguaio Lugano, um dos grandes sonhos de consumo da diretoria no momento, mas que parece longe de deixar o Fenerbahçe, da Turquia, onde também é ídolo e recebe um salário fora dos padrões brasileiros.

Do tricampeonato brasileiro comandado por Muricy Ramalho entre 2006 e 2008, “sobraram” no elenco do clube Miranda e Alex Silva . André Dias , Breno , Rodrigo e Richarlyson (que muitas vezes jogou improvisado na zaga) foram alguns dos responsáveis pelas fortes defesas são-paulinas que já estão longe do Morumbi.

Agora, o São Paulo está muito próximo de não ter mais nenhum zagueiro no elenco que já foi campeão pelo clube. O contrato de Miranda se encerra em junho e ele já tem transferência acertada para o Atlético de Madri, da Espanha.

Já Alex Silva, emprestado pelo Hamburgo até o final de julho, ainda está em negociação. O camisa 3 afirma querer permanecer no clube paulista até o final da carreira e fala até em substituir Rogério Ceni como capitão da equipe . Mas, pelo menos por enquanto, a diretoria são-paulina esbarra na resistência do clube alemão em liberar o jogador.

O cenário, portanto, é de muita preocupação para a comissão técnica. Com a saída certa de Miranda e a possível perda também de Alex, o único zagueiro no elenco com condições de ser um titular indiscutível é Rhodolfo , ex-Atlético-PR, contratado no começo do ano por indicação de Carpegiani.

Remanescente da zaga vitoriosa ao lado de Miranda, Alex Silva também pode estar de saída
AE
Remanescente da zaga vitoriosa ao lado de Miranda, Alex Silva também pode estar de saída

A reformulação em busca de uma nova defesa campeã, portanto, começaria pelo paranaense de 24 anos. Nas outras vagas, o pouco confiável Xandão e os jovens Luiz Eduardo e Bruno Uvini seriam as alternativas disponíveis. Ou seja, contratar é fundamental para o São Paulo voltar a ter a velha segurança defensiva em torno de Rogério Ceni .

Por enquanto, nenhuma negociação está avançada - até por conta da janela de transferências internacionais abrir apenas em agosto. Além da tentativa de segurar Alex Silva e o sonho por Lugano, outros nomes cotados para o setor defensivo desde o começo do ano são o de Breno, atualmente no Bayern de Munique, e de Sebastián Coates, uruguaio do Nacional. E se no ataque o São Paulo já conta com Lucas , Dagoberto e Luis Fabiano , na defesa pelo menos duas dessas negociações precisam se concretizar para o clube do Morumbi poder pensar em se candidatar ao título brasileiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.